Palmeiras vence bem o Rio Claro na Allianz Parque

Foram duas derrotas seguidas em casa. Na noite desta quarta-feira (11), o Palmeiras precisava mostrar ao seu torcedor que vale a pena acreditar em reação. E ela veio, com uma consistente vitória pelo placar de 3 a 0 contra a boa equipe do Rio Claro na Allianz Parque. Para resgatar a confiança.

Jogando contra um adversário bem postado e com marcação forte, o Palmeiras desde o início mostrou tranquilidade e disposição para tocar a bola e tentar achar os espaços, sem cair na tentação do “bumba-meu-boi” oriundo da zaga. No começo, as melhores chances foram do Rio Claro, aos 6 minutos com Guaru e aos 8m com Nando Carandina.

Aos 10 minutos, a primeira boa oportunidade do Verdão, com Alan Patrick arrematando e a bola desviando na zaga adversária. Logo a seguir, Tobio cabeceou e o goleiro Richard teve de fazer boa defesa. O time alviverde continuou pressionando, e os espaços começaram a surgir.

Em noite bastante frutífera, saiu dos pés de Alan Patrick a jogada que gerou o gol. O meia avançou pelo lado esquerdo do ataque palmeirense, deu bela finta no zagueiro adversário e serviu a Cristaldo, que aos 34 minutos chutou forte de esquerda e abriu o marcador, para alívio do torcedor.

O Rio Claro quase empata aos 45 minutos em mais uma recuada de bola meio suicida, mas felizmente Fernando Prass saiu bem do gol e evitou o avanço do adversário. E o goleiro Jailson conseguiu tomar um cartão amarelo, mesmo estando no banco de reservas.

A marcação do Rio Claro no início da etapa final complicou um pouco a vida do Verdão, mas o time a superou e chegou ao segundo tento aos 19 minutos, em nova assistência de Alan Patrick que encontrou um bem colocado Zé Roberto. E o nosso capitão não vacilou, finalizando com categoria.

O time interiorano quase desconta aos 20 minutos em falha da defesa alviverde, mas Matheus felizmente chutou para fora. Com a entrada de Rafael Marques no lugar de Allione aos 22 minutos, o Verdão ganhou força, embora o Rio Claro tenha chegado com perigo aos 22 e 28 minutos, novamente com Matheus.

Aos 34 minutos, o goleiro Richard fez defesa milagrosa e impediu o segundo gol de Cristaldo. Mas aos 37 minutos, não teve jeito. Rafael Marques lançou Robinho, que cruzou para o próprio Rafael chutar com força, dando números finais ao marcador e consolidando uma ótima vitória do Verdão.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass7,0– Garantiu a boa vitória do seu time com grandes defesas quando o adversário chegou com perigo.

Lucas6,0– Discreto no apoio e bem na parte defensiva.

Tobio6,5– Jogou sério e sem firulas, como um bom zagueiro faz. Cresce a cada jogo.

Vitor Hugo6.0– Aparentemente superou a falha da partida anterior, com um desempenho sóbrio e seguro.

Zé Roberto7,5– Bela partida, armando boas jogadas, passando bem e desarmando com eficiência, além de fazer um golaço.

Gabriel5,5– Regular, foi o que menos brilhou no meio-campo.

Robinho7,0– Bem como segundo volante, pois marcou com eficiência e ajudou muito na criação. Titular!

Alan Patrick7,5– Brilhante nas assistências, duas delas gerando gols, além de muita desenvoltura. Saiu aos 29 minutos do segundo tempo para dar lugar a João Paulo-5,0, que não comprometeu.

Allione6,0– Participativo e muito esforçado, embora tecnicamente não tão bem. Foi substituído aos 22 minutos do segundo tempo por Rafael Marques-7,0, que entrou com tudo e pôs fogo na partida, com direito a boas assistências e um belo gol.

Dudu6,0– Melhor do que em partidas anteriores, embora ainda esteja um pouco fora de jogo. Mas promete…

Cristaldo7.5– Partida de centroavante de verdade, com direito a um gol, outras boas finalizações e muita garra. Saiu aos 38 minutos dando lugar a Leandro Pereira-sem nota, que entrou com o jogo já definido.