Palmeiras vence Avai em Florianópolis pela Copa do Brasil

aaaaaaa

Por Fabian Chacur

Com dois belos gols feitos na segunda etapa por Felipe Menezes, o Palmeiras venceu na noite desta quarta-feira (23) no estádio da Ressacada, em Florianópolis, o Avai pelo placar de 2 a0. Com o resultado, o Verdão deu um belo passo rumo à classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil 2014, com um desempenho eficiente, mesmo sem muito requinte técnico.

Com um time bastante alterado e trazendo jogadores há muito ausentes do elenco, como Weldinho e Victor Luis, o Palmeiras demonstrava óbvia falta de entrosamento. O time da casa veio na mesma toada, e o resultado equivaleu a um verdadeiro recorde de passes errados, alguns verdadeiramente bizarros, testando a paciência dos torcedores dos dois clubes.

O time treinado pelo veterano Geninho arriscou chutes de longa distância, com Marquinhos aos 6 e 36 minutos, Cleber Santana aos 15 minutos e Eduardo Neto aos 37 minutos. Uns foram para fora, outros testaram Fábio, que rebateu na maior parte das vezes. Bastante pegado, os cartões amarelos começaram a aparecer na parte final da etapa inicial.

O Verdão a rigor criou apenas duas chances de gol mais incisivas, uma com Felipe Menezes sendo neutralizado na hora agá, aos 10 minutos, e outra bastante clara, na qual Leandro recebeu um belo lançamento e, livre, chutou forte mas de forma bem telegrafada, permitindo defesa mais ou menos tranquila ao goleiro adversário.

O segundo tempo começou com duas boas chances para cada lado: Paulo Sérgio perdeu gol feito aos 4 minutos, após falha de Josimar, e Leandro chutou pra fora, finalizando mal boa jogada surgida em lançamento de Felipe Menezes e cruzamento de Pablo Mouche. O jogo começou a mudar aos 15 minutos, quando Bruno Cesar substituiu Leandro.

Logo aos 17 minutos, Felipe Menezes recebeu bom passe, ajeitou para o pé esquerdo e mandou uma bomba, abrindo o marcador para o Alviverde Imponente. Golaço. Ele faria outro logo a seguir, aos 25 minutos, desta vez aproveitando com maestria um incrível lançamento de Josimar e finalizando com força e segurança. Com 2 a 0, o jogo parecia definido. E foi exatamente o que aconteceu, para nossa felicidade

Daí até o final, tivemos o Palmeiras tocando melhor a bola e aproveitando com mais eficiência a posse de bola, enquanto o Avaí não mostrou a mínima competência para ao menos tentar diminuir o prejuízo. Com o resultado, a primeira vitória de Ricardo Gareca como treinador do Verdão, a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil está bem encaminhada.

 

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fábio6,0– Fez algumas boas defesas, mas também andou soltando algumas bolas perigosas. Felizmente, nenhuma dessas falhas resultou em gol do Avaí.

Weldinho5,5– Para quem não jogava há muito tempo, até que não comprometeu.

Wellington5,0– Alternou bons momentos com alguns passes errados comprometedores.

Marcelo Oliveira6,5– Vigoroso e no seu estilo tosco de sempre, esbanjou garra e desarmou inúmeras jogadas do adversário.

Victor Luis5,5– Muita disposição, embora tenha sido um pouco violento demais em alguns momentos da partida.

Josimar5,5– Esforçado, abusou do direito de errar passes, mas deu uma belíssima assistência que resultou no segundo gol alviverde. Substituído no finalzinho por Gabriel Dias-sem nota, que não teve tempo para muita coisa.

Wesley4,5– Dispersivo demais, errando passes demais e criando jogadas de menos, além de não chutar uma única bola decente a gol.

Felipe Menezes7,0– Fez dois belos gols e se mostrou decisivo na vitória do Palmeiras, em sua melhor partida com o manto sagrado alviverde. Saiu aos 30 minutos substituído por Mazinho-sem nota, que praticamente não foi visto em campo.

Leandro5,0– Lutou bastante, mas perdeu dois gols e continua se mostrando fora de jogo. Saiu aos 15 minutos para a entrada de Bruno Cesar- 6,0-, que ajudou o Verdão a ganhar a batalha do meio-campo e ainda acertou um belo chute a gol.

Henrique5,0– Bem apagado como centroavante, apareceu bem em lançamento para Leandro no primeiro tempo que o colega não soube aproveitar.

Pablo Mouche5,0– Movimentou-se bastante, mas ainda está fora de jogo e se adaptando ao futebol brasileiro.