Palmeiras vence Avaí e avança na Copa do Brasil

Por Fabian Chacur

Em partida repleta de passes errados e chutes bisonhos, o Palmeiras venceu na noite desta quarta-feira (6) no estádio do Pacaembu a equipe do Avaí pelo placar de 1 a 0. O resultado garantiu a classificação do Verdão para as oitavas de final da Copa do Brasil 2014, contra adversário a ser determinado.

A primeira etapa foi um retrato bem claro do momento atual das duas equipes, com direito a muitos passes errados, várias faltas (algumas não marcadas pelo juiz) e raríssimas oportunidades de gol. O Avaí, na base do contra-ataque, e o Palmeiras, na posse de bola mal aproveitada.

Logo aos 4 minutos, o time catarinense assustou com Wilker aparecendo livre, mas felizmente chutando para fora. Aos 10 minutos, foi a vez de Allione realizar bela jogada e finalizar para fora, enquanto Leandro perdeu o gol mais feito da partida até então, aos 29 minutos, com finalização bisonha.

A nota negativa ficou por conta da arbitragem, que se recusou a ver pelo menos três faltas claras em Allione, o melhor em campo na etapa inicial da partida. Completando 200 partidas com o manto alviverde, Wendel correu muito e se destacou em 45 minutos dos mais fracos dos últimos tempos.

web surveys

O segundo tempo manteve o alto índice de erros de passe e jogadas lamentáveis, mas o Palmeiras ao menos criou um pouco mais. Allione aos 5 minutos, Leandro aos 9 minutos e Henrique aos 12 minutos tiveram boas oportunidades, mas a bola nem chegou perto de entrar no gol adversário.

Com a entrada de Pablo Mouche aos 22 minutos na vaga de Leandro, o Verdão conseguiu boa oportunidade logo aos 23 minutos, quando o argentino chutou, o goleiro espalmou e Felipe Menezes não soube aproveitar o bom rebote que lhe caiu à frente. Aos 27 minutos, foi Wesley quem chutou, mas para fora.

Aos 31 minutos, os mais de 7 mil torcedores presentes enfim puderam gritar gol. Após cobrança de lateral mal rebatida pela zaga catarinense, Pablo Mouche finalizou sem chances para Vagner, fazendo seu primeiro gol com o manto sagrado alviverde. Seria o gol da vitória do time da casa.

Até o fim da partida, o show de horrores se manteve firme e forte. Seja como for, ao menos o Palmeiras contabilizou mais uma vitória na era Ricardo Gareca, e avança na Copa do Brasil. Tomara que o resultado dê mais segurança ao time em sua jornada até agora inglória no Brasileirão 2014.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fábio5,5– Fez uma ou outra boa defesa, mas errou saídas de bola em demasia.

Wendel5,5– Em sua partida de número 200 com o manto sagrado alviverde, mostrou a regularidade e limitação técnica de sempre, com muita garra.

Lúcio6,0– Jogou simples e não deu muitas oportunidades aos atacantes adversários.

Tobio5,0– Discreto demais, com algumas vaciladas aqui e ali. Ainda fora de jogo.

Victor Luis6,0– Se não brilhou tanto, ao menos manteve a disposição e a regularidades dos jogos anteriores.

Renato5,5– Discreto na marcação e sempre muito disposto.

Wesley4,5– Segurou demais a bola e errou muitos passes. Saiu aos 29 minutos do segundo tempo para dar lugar a –Marcelo Oliveira-5,0-, que ao menos ajudou mais na marcação.

Allione6,5– De longe o jogador mais criativo do Palmeiras, embora ainda fora de jogo. Se continuar evoluindo, certamente irá nos ajudar a sair dessa draga atual.

Felipe Menezes5,0– Muitos erros de passe e poucas chegadas de perigo em termos ofensivos.

Leandro4,0– Em péssima fase técnica, perdeu ao menos dois gols feitos. Saiu aos 22 minutos do segundo tempo substituído por Pablo Mouche– 6,0-, que se mexeu mais e fez o gol da vitória do time de Ricardo Gareca.

Henrique5,5– Lutou bastante, mas as bolas não chegaram para ele. Saiu aos 32 minutos do segundo tempo substituído por Bruno Cesar-sem nota-, que foi extremamente discreto.