Palmeiras vacila e empata com o Ceará no Castelão

Após abrir 2 a 0 com 22 minutos de partida, o Palmeiras vacilou e, no final, acabou cedendo o empate para o Ceará pelo placar de 2 a 2 na ensolarada tarde deste domingo (10) em Fortaleza. O resultado, embora conquistado fora de casa, tem um sabor de derrota, pois teve como adversário o lanterna do Brasileirão 2018, treinado pelo folclórico Lisca “Doido”.

O início do Verdão não poderia ter sido melhor. Logo a 5 minutos, Thiago Santos de cabeça abriu o marcador, aproveitando boa cobrança de escanteio de Dudu. Aos 22 minutos, o mesmo Dudu recebeu bela assistência de Hyoran e fez o dele, ampliando o marcador. Uma goleada parecia surgir no horizonte.

Aos 25 minutos, o esforçado time da casa fez seu primeiro gol, em cruzamento pelo lado esquerdo da defesa alviverde que encontrou Felipe Azevedo livre, sem marcação. O jogador cabeceou e marcou. Até o fim da primeira etapa, o Ceará veio para cima e chegou mais duas vezes, aos 32 minutos com Pio e aos 47 minutos com Ricardinho, mas sem grande perigo.

O Palmeiras até que não voltou mal para a segunda etapa, e ameaçou a meta adversária aos 3 minutos em chute de Jean e aos 15 minutos em uma paulada de Edu Dracena que atingiu o travessão do time cearense. A partir da saída de Dudu, aos 21 minutos, o ritmo do Verdão foi caindo, caindo…

Aos 31 minutos, mesmo jogando de forma preguiçosa, o Palmeiras poderia ter ampliado o marcador, mas Hyoran finalizou de forma horrível, cara a cara, em bela assistência de Willian. Aí, aos 42 minutos, o castigo: em falha de Thiago Martins e Jailson, Elton empata a partida. Moisés ainda acertaria um belo chute aos 48 minutos, mas o goleiro do Ceará espalmou e garantiu o empate.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Jailson5,0– Vacilou nos dois gols.

Marcos Rocha6,0– Partida discreta, principalmente no apoio, que costuma ser o seu forte.

Edu Dracena6,5– Boa partida, com direito a quase marcar um golaço, com arremate que acabou atingindo o travessão cearense.

Thiago Martins4,0– Falhou feio no gol de empate.

Victor Luis6,0– Muita garra, embora o primeiro gol do adversário tenha se originado no seu setor do campo.

Thiago Santos7,0– Boa partida, com direito a um belo gol de cabeça.

Jean6,5– Partida bastante regular, ainda mais para quem há muito tempo não jogava uma partida inteira.

Lucas Lima5,0– Apagado, embora esforçado. Saiu aos 28 minutos do segundo tempo substituído por Moisés-5,0, que teve como melhor momento um chute aos 48 minutos que quase nos valeu a vitória. Ficou no quase.

Dudu8,0– Fez um gol e deu assistência para outro até pedir para sair aos 21 minutos do segundo tempo, dando sua vaga para Arthur-3,0, que mais escorregou do que se manteve em pé.

Hyoran5,5– Bem no primeiro tempo, caiu muito de rendimento na segunda etapa, perdendo um gol feito e saindo aos 40 minutos para a entrada de Mayke-sem nota, que só teve a chance de ver o seu time sofrer o empate.

Willian7,0– Movimentou-se bastante e deu passe açucarado para Hyoran, que perdeu o gol que poderia ter sido o da vitória.