Palmeiras vacila e cede empate para a Lusa no final

Em partida de péssima qualidade técnica, o Palmeiras vinha garantindo uma importante vitória contra a Portuguesa na noite deste sábado (19) no estádio do Pacaembu. Uma falha da defesa, no entanto, proporcionou aos 41 minutos o empate ao adversário, jogando fora dois pontos que certamente nos farão falta no final desse longo torneio de pontos corridos que é o Brasileirão.

Sem Marcos Assunção e Valdívia, poupados, o Verdão tentou criar jogadas com Daniel Carvalho e Luan contra um adversário visivelmente defensivo e apostando em eventuais contra-ataques para conseguir alguma coisa.

Mesmo sem grande desempenho, o Palmeiras criou ao menos duas boas chances, uma com João Vitor chutando de longe aos 4 minutos e outra com Barcos aos 24 minutos.

Até que, aos 30 minutos, sai o primeiro gol do Brasileirão. Em rara boa tabela do ataque alviverde, Luan chuta de esquerda e vence o goleiro adversário. Aos 44 minutos, Daniel Carvalho quase amplia o marcador.

Na segunda etapa, o time treinado por Luis Felipe Scolari proporcionou maiores espaços ao adversário. Mazinho entrou aos 6 minutos no lugar de Daniel Carvalho, contundido, e logo aos 13 minutos quase faz um belo gol.

O jogo ficou morno até os 28 minutos, quando Patrik acertou um bom chute. A partir daí, no entanto, a Lusa passou a dominar a partida, e começou a criar chances consecutivas de gol. Aos 31 minutos, Bruno fez grande defesa em chute de Rai.

Maikon Leite entrou no lugar de Barcos aos 35 minutos, e aos 38 minutos, Patrik novamente teve boa chance, defendida pelo goleiro adversário.

Aos 41 minutos, quando tudo levava a crer que a pressão lusitana não teria maiores consequência, sai o gol de empate. Rodriguinho, livre na área, aproveitou bom cruzamento e fez o gol.

O segundo gol alviverde quase veio aos 46 minutos, mas Maikon Leite mandou um chute fortíssimo na trave. Um péssimo empate, acompanhado por quase nove mil heróis, que encararam um frio digno da Sibéria.