Palmeiras tem a camisa mais valorizada do País

A diretoria do Palmeiras anunciou hoje o novo acordo de publicidade com a Crefisa e a FAM. As duas empresas, que pertencem ao mesmo grupo, ficaram agora com todas as propriedades do uniforme palmeirense.

Além dos R$58 milhões que serão pagos pela camisa, eles ainda vão pagar mais R$8 milhões para estampar as suas marcas no calção e meião do Palmeiras.

“É uma grande honra podermos estar juntos para oficializar essa ampliação da parceria que começou há um ano. Sempre acreditamos no projeto do Paulo no Palmeiras, porque meu marido é muito palmeirense, e pela grandiosidade do clube. Tenho grande honra de noticiar essa ampliação, que se trata do maior patrocínio do futebol brasileiro em todos os tempos” – disse Leila Pereira, esposa da presidente da Crefisa.

Bem, antes de tudo temos que agradecer àqueles que contornaram o entrevero entre a Leila e o Paulo Nobre. Se não fossem eles terem consertado as coisas, nada disso estaria acontecendo.

Outra coisa que temos que agradecer é o título da Copa do Brasil que, além de ter proporcionado a maior comemoração do futebol brasileiro nos últimos anos, ainda nos colocou na Libertadores 2015. Isso quer dizer muito mais visibilidade para o anunciantes.

Mas é bom lembrar que isso não é sinônimo de títulos ou conquistas. Dinheiro na mão de idiota é mal da humanidade! Se não souberem aplicar essa grana da melhor forma, isso vai trazer mais problemas do que soluções.

Não são poucos os exemplos de times com muito dinheiro e administração ruim que terminam a temporada sem ganhar nada e ainda começam o ano seguinte devendo as cuecas.

De qualquer forma, é melhor ter uma receita dessas do que ficar por aí batendo na porta de banco público pra buscar patrocínio, certo?

Abraço a todos!