Palmeiras sai pela porta dos fundos do Paulistão

O que começa errado quase sempre acaba errado, foi assim a trajetória do Palmeiras no Campeonato Paulista.

Hoje, em Jundiaí, o time do Palmeiras fechou com “chave de ouro” a sua participação com uma derrota o Paulista de Jundiaí, por 3 a 1.

O time, que jogou com “força quase máxima” entrou em campo já totalmente perdido, e logo aos 12 minutos tomou um gol esquisito de Felipe Azevedo, que chutou quase deitado, e abriu o placar.

O Palmeiras só conseguia criar alguma coisa quando a bola chegava aos pés do Lincoln. Aliás, ele quase empatou a partida aos 31 minutos, numa cobrança de falta que explodiu no travessão.

Quando o gol palmeirense estava amadurecendo, Léo derruba absurdamente o tal do Mazola na área, e Felipe Azevedo, fez outro, de pênalti.

Na segunda etapa, o técnico Antonio Carlos sacou Ivo e colocou Ewerthon. O atacante deu mais mobilidade ao ataque, e logo aos 9 minutos o Palmeiras fez o seu primeiro gol. Lincoln, o melhor em campo, de cabeça (confira no vídeo acima).

Empate? Virada? Nada disso, criamos boas chances, mas não chegamos a lugar nenhum. Minto. Tomamos outro gol do fraco time do Paulista, que se safou da degola.

O técnico Antonio Carlos Zago tem agora uma missão impossível: arrumar esse time para a Copa do Brasil.

Boa sorte para ele…ou para nós?