Palmeiras perde vários gols e fica no empate contra o Santos

O melhor ataque do campeonato versus a melhor defesa do torneio. Um  belo atrativo para a partida realizada na noite deste sábado (23) na Allianz Parque entre Palmeiras e Santos. Ironicamente, a melhor defesa, a do Verdão, prevaleceu, mas foi o sistema defensivo santista quem sofreu para manter o placar final, um 0 a 0 com emoções, embora sem grande qualidade técnica. O resultado nos manteve na liderança do nosso grupo no Paulistão 2019, agora com apenas dois pontos à frente de, respectivamente, Guarani e Novorizontino.

Com boa marcação, mas não muita inspiração ofensiva, o Palmeiras soube conter o ímpeto do time treinado por Sampaoli na etapa inicial. As chances de gol praticamente não ocorreram. O Alviverde Imponente só ameaçou de fato a meta santista aos 35 minutos, em bom arremate de Thiagos Santos que  o goleiro Everson espalmou para escanteio.  Aos 41 minutos, Victor Luis fez um bom cruzamento, Borja não conseguiu finalizar direito e permitiu a Gustavo Henrique salvar seu time, tirando a bola praticamente em cima da linha.

O Palmeiras voltou um pouco mais afiado no segundo tempo, mesmo tendo sido um pouco pressionado pelo rival até os 9 minutos. Aos 14 minutos, Copete salvou na área, após um bate-rebate intenso. Aos 17 minutos, Dudu lançou para Felipe Pires, que finalizou de voleiro, para fora. Aos 27 minutos, após bom ataque do Santos, o Verdão contra-atacou e Dudu, finalizando de cabeça na área, fez Everson realizar boa defesa.

Aos 34 minutos, outro lance daqueles, com Gustavo Gómez cabeceando, o goleiro espalmando, a bola batendo na trave e tudo o mais. Definitivamente, não era mesmo dia do Palmeiras marcar gol. E aos 47 minutos, quase vem o castigo, com um chute venenoso de Jean Lucas passando pertinho da meta de Weverton. Brrrrr!

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Weverton- 6,5– Não foi muito exigido, mas se mostrou atento, quando isso ocorreu.

Marcos Rocha- 6,0- Muito esforçado e regular, embora sem brilhar.

Luan-5,0- Vinha bem, até sair contundido, logo a 27 minutos, dando lugar a Antonio Carlos-5,0, que não teve um desempenho dos mais animadores.

Gustavo Gómez- 7,0- Bem na zaga, além de quase marcar um gol.

Victor Luiz- 5,5- Muita raça, mas sem grande brilho

Thiago Santos -7,0- Bela partida, anulando várias tentativas santistas durante o jogo.

Moisés- 6,0- Outro que veio abaixo do que poderia. Saiu contundido, aos 32 minutos do segundo tempo, dando lugar a Bruno Henrique-5,5, que se mostrou mais afiado do que o companheiro de clube, embora não muito mais.

Raphael Veiga-3,5- Errou passes, mal nos raros arremates que tentou, sem criatividade… Saiu aos 25 minutos do segundo tempo para dar lugar a Ricardo Goulart-5,0, que teve atuação bem discreta.

Dudu- 6,5- Bem abaixo do que sabe, embora ainda assim levando perigo ao gol de Everson.

Felipe Pires-5,0- Alguns acertos, muitos erros e um desempenho fraco, no geral

Borja- 4,5- Manteve sua má fase, com direito a perder um gol incrível.