Palmeiras perde para o San Lorenzo na Argentina

Em partida na qual jogou mal, especialmente na segunda etapa, o Palmeiras perdeu para o San Lorenzo na noite desta terça-feira (2) na Argentina pelo placar de 1 a 0. O resultado dá a liderança do grupo ao time argentino, agora com 7 pontos ganhos, um a frente do time brasileiro. A performance não poderia ter sido mais tímida, e as substituições realizadas por Luis Felipe Scolari conseguiram piorar as coisas ainda mais. A classificação para as oitavas de final, no entanto, permanece bastante viável e até tranquila, se tudo der certo.

Como seria de se esperar, o time da casa manteve maior posse de bola desde os minutos iniciais, enquanto o Verdão se manteve mais fechado e esperando encaixar um contra-ataque. Ainda assim, os argentinos chegavam com certa timidez, em jogadas com Martinez aos 7 minutos e Brandi, de cabeça, aos 16 minutos. A coisa ficou feia aos 18 minutos, quando Castellani mandou um bom arremate e a pelota acertou a trave de Weverton.

.

Aos 25 minutos, quando conseguiu equilibrar um pouco as ações, a melhor jogada alviverde na partida: Moisés recebeu a bola na área, levantou, finalizou de bicicleta e a bola bateu no travessão. Logo a seguir, um bom cruzamento de Diogo Barbosa foi espalmado pelo goleiro adversário, com Moisés chegando atrasado. Os argentinos assustaram de novo aos 36 minutos, em boa jogada de Reniero, cujo arremate passou pertinho do gol. E aos 38 minutos Felipe Pires leva perigo, em arremate que foi desviado para escanteio.

Com Felipe Melo e Lucas Lima nas vagas de Thiago Santos e Bruno Henrique, o Palmeiras passou a dar mais espaços ao time do papa Francisco, e logo aos 5 minutos Herrera recebe a bola no meio-campo, avança sem ser incomodado e consegue chutar a gol, no cantinho, diante de um ineficaz Antônio Carlos. A partir daí, praticamente nada mais ocorreu, com o Verdão absolutamente incompetente para criar chances de gol, enquanto os argentinos marcavam muito e se mostravam satisfeitos com o resultado, que acabou se confirmando. 

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Weverton- 6,0- Não teve culpa no gol, e foi pouco exigido durante a partida.

Marcos Rocha- 6,0- Lutou muito, e tentou com suas cobranças de lateral alongadas alguma coisa mais efetiva.

Antônio Carlos-3,0- Mais uma vez falhou em lance decisivo. Uma pena.

Gustavo Gómez- 6,0- Esbanjou garra, mesmo sem brilhar

Diogo Barbosa- 6,5- O melhor do time, por incrível que possa parecer, bem na marcação e no apoio ao ataque.

Thiago Santos-5,0- Bastante esforçado, embora faltoso. Saiu no intervalo dando lugar a Felipe Melo-4,o, que não foi bem na marcação e deu espaços para o time argentino no meio, inclusive na jogada do gol.

Bruno Henrique- 6,0- Vinha melhor do que em partidas anteriores, e foi inexplicavelmente substituído no intervalo por Lucas Lima-2,0, que nem ajudou na criação, nem na marcação, nem em nada. Triste…

Moisés- 6,5- Fez uma bela jogada no primeiro tempo e esforçou-se bastante.

Dudu-5,0- Bem abaixo do seu habitual.

Felipe Pires-5,0- Teve altos e baixos. Saiu aos 26 minutos do segundo tempo por Raphael Veiga-2,0, que entrou na posição errada e não foi visto em campo.

Deyverson-6,0- Lutou muito o tempo todo, mas teve pouca companhia dos colegas de meio campo e ataque.