Palmeiras perde para o Cruzeiro em BH

Em partida na qual não conseguiu mostrar o futebol apresentado em outros momentos do campeonato, o Palmeiras acabou sendo derrotado no Mineirão na tarde deste domingo (9) pelo Cruzeiro por 2 a 1. Foi a segunda derrota consecutiva da equipe, que estacionou na classificação.

O Cruzeiro começou a partida em alta velocidade, indo pra cima do Palmeiras. Quando ainda não havia surgido uma configuração clara de como seria esse panorama, saiu o gol do time da casa. Vinícius Araújo ganha jogada de Leandro Almeida de forma irregular, cruza e Alisson marca o gol.

A partir daí, os comandados de Marcelo Oliveira tomaram um verdadeiro passeio, com marcação frouxa, pouca criatividade no meio campo e defesa confusa. Mesmo melhor, o clube mineiro teve chances apenas aos 8 minutos com Vinícius Araújo chutando para fora, Fabrício aos 14 também errando e Henrique aos 31 minutos, este último exigindo boa defesa de Fernando Prass.

O Palmeiras simplesmente não conseguiu criar jogadas efetivas de gol, sempre pecando na hora do último passe. Afora um cruzamento chocho de Dudu aos 23 minutos defendido facilmente por Fábio e uma cobrança de falta de Egídio aos 37 minutos que foi para longe, nada mais.

A coisa poderia ter ficado ainda pior. Aos 46 minutos, o juiz marca penalidade máxima em bola que bateu na mão de Victor Ramos dentro da área. Marinho cobrou tentando se valer de paradinha e se deu muito mal, com Fernando Prass defendendo e livrando o seu time de tomar o segundo gol.

Com Cleiton Xavier e Alecssandro nas vagas de Amaral e Leandro Pereira, o Verdão voltou um pouco melhor para a etapa final, e criou boas chances aos 2 minutos com Rafael Marques aos 4 minutos com Leandro Almeida. O Cruzeiro ameaçou a meta alviverde com Leo aos 10 minutos, Marquinhos aos 13 minutos e Henrique aos 19 minutos, valendo-se de contra-ataques.

Com maior volume de jogo, o Palmeiras chegou com força aos 24 minutos, quando Dudu chutou forte e exigiu grande defesa de Fabio. Aí, brilhou a estrela de um certo argentino. Cristaldo entrou aos 28 minutos e em seu primeiro toque na bola, empatou a partida, em chute forte de esquerda no canto do gol adversário. A esperança voltava a tomar conta do palmeirense.

O jogo ficou bastante aberto a partir daí, e os comandados de Marcelo Oliveira ofereceram espaços para o time cruzeirense, que soube se aproveitar aos 36 minutos, quando Alisson fez boa jogada pelo lado direito da defesa alviverde e encontrou Arrascaeta livre, para marcar o segundo gol do time azul.

O Palmeiras ainda pressionaria o Cruzeiro, com Cristaldo chutando bola perigosa aos 38 minutos e Alecssandro exigindo grande defesa de Fábio aos 40 minutos, mas o resultado permaneceria o mesmo, com a equipe perdendo uma chance de ouro para subir na tabela. Vacilada que pode custar título, vaga na Libertadores etc. Coisas de um time ainda em formação.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass7,0– A regularidade de sempre, não teve culpa nos gols do Cruzeiro e ainda defendeu um pênalti.

Lucas5,0– Nervoso, mal na defesa e no apoio e de quebra ainda tomou um amarelo que o deixará de fora do próximo jogo.

Victor Ramos5,0– Irregular e ainda fez um pênalti besta que, felizmente, foi perdido pelo adversário

Leandro Almeida4,0– Muito inseguro, errando passes e marcando mal.

Egídio5,5– Esforçado, mas tecnicamente muito abaixo do que sabe jogar.

Amaral4,0-Mal na marcação, nos passes, em tudo. Saiu no intervalo substituído por Cleiton Xavier-4,5, que até começou bem mas logo sumiu na partida.

Arouca6,0– O mais lúcido do time alviverde, bem na defesa e no ataque.

Robinho5,0– Sem muita criatividade e mobilidade, Saiu aos 28 minutos do segundo tempo substituído por Cristaldo-7,0, que fez um belo gol e ameaçou a defesa adversária com muita garra.

Rafael Marques4,5– Não foi visto em campo.

Dudu6,0-Muita garra e disposição.

Leandro Pereira4,0– Perdido em campo. Saiu no intervalo substituído por Alecssandro-5,5, que entrou com muita disposição, embora totalmente sem ritmo de jogo.