Palmeiras perde para o Corinthians na Allianz Parque

No primeiro clássico da Allianz Parque, infelizmente o Palmeiras pecou demais e permitiu a seu maior rival uma vitória histórica. Pelo placar de 1 a 0, gol de Danilo, o Corinthians venceu o Palmeiras na tarde deste domingo (8), e nem mesmo jogar com um a mais durante boa parte do segundo tempo ajudou a mudar o placar.

O clássico se mostrou logo no início como se poderia de se esperar de um jogo desse porte. Muita marcação de parte a parte, disputa intensa pelas bolas e um pouco de qualidade técnica aqui e ali. O Palmeiras criou duas chances medianas aos 2 minutos com Leandro Pereira e Robinho aos 5 minutos.

Aos 15 minutos, Edilson chutou forte, Fernando Prass rebateu e Guerrero marcou, mas o juiz marcou, acertadamente, impedimento do atacante peruano. Robinho, o jogador mais lúcido do Verdão, fez boa jogada aos 17 minutos, mas o adversário conseguiu mandar a bola para escanteio.

Levando vantagem por seu melhor entrosamento (mesmo jogando com alguns reservas), o Corinthians quase abre o marcador aos 19 minutos, em boa jogada finalizada por Bruno Henrique. Fernando Prass deu um leve toque na bola, o suficiente para desviá-la rumo à trave. Ufa!

Aos 26 minutos, após cobrança de falta, Vitor Hugo cabeceou, a bola bateu na trave e obrigou Cassio a fazer uma grande defesa. Ironicamente, foi esse mesmo Vitor Hugo quem gerou o lance do único gol do primeiro tempo, só que a favor do adversário. Tudo começou quando o time não sabia o que fazer com a bola e tocava a bola de forma temerária na defesa.

Aí, Vitor Hugo recuou pessimamente para Fernando Prass. Petros chegou antes, dominou rapidamente e cruzou para Danilo, que, livre, empurrou aos 32 minutos para o gol do Verdão. O time alviverde sentiu a desvantagem, e o mesmo Danilo quase amplia aos 39 minutos, cabeceando para fora após cobrança de falta na qual nossa marcação vacilou feio.

Com Dudu na vaga de Maikon Leite, o Palmeiras voltou para a segunda etapa pressionando em falta cobrada para fora por Zé Roberto aos 3 minutos, chute de Dudu para fora aos 6 minutos após boa jogada e cabeçada de Vitor Hugo (adivinhe?) para fora finalizando cobrança de falta.

Aí o juiz Raphael Claus aplicou o segundo amarelo no goleiro Cassio, expulsando-o de campo logo aos 11 minutos. A teórica vantagem, no entanto, acabou se transformando em transtorno, pois o Corinthians se fechou bem na defesa, e o Palmeiras não soube o que fazer com o jogador a mais.

Na verdade, a posse de bola do time de Osvaldo de Oliveira foi totalmente mal aproveitada, com excesso de tentativas de jogadas pelo meio da defesa adversária e pouquíssima inspiração. Na verdade mesmo, o Corinthians quase faz o segundo gol aos 32 minutos em grande jogada de Mendoza, que finalizou para grande defesa de Fernando Prass.

A única oportunidade realmente aguda de gol do Verdão na segunda etapa ocorreu, ironicamente, no último minuto, mas Rafael Marques perdeu a chance de finalizar de forma bisonha. Apesar do gosto amargo, fica a certeza de que vale a pena ter paciência com o time, pois esse elenco ainda tem muito o que nos oferecer, além de vários jogadores ainda a caminho.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass7,0– Não teve culpa no gol e ainda fez defesas importantes.

Lucas5,5– Regular no apoio e na defesa.

Tobio6,0– Vai se firmando a cada partida, jogando sério e sem firulas.

Vitor Hugo4,0– Nem jogou tão mal assim, mas sua falha bisonha gerou a derrota do time. Não pode ser crucificado, no entanto. Coisa de iniciante em clube grande.

Zé Roberto5,0– Nada de excepcional, embora tenha sido muito esforçado.

Amaral4,0– Tomou um baile de Danilo. Saiu aos 16 minutos do segundo tempo substituído por Alan Patrick-5,0,, que também não foi lá essas coisas.

Gabriel4,5– Atrapalhado na marcação e nos passes.

Allione5,5– Jogou abaixo do que fez nas partidas anteriores, embora com alguns bons momentos. Saiu aos 25 minutos dando seu lugar a Rafael Marques-4,0, que não disse a que veio e ainda perdeu gol feito no último segundo de jogo.

Robinho6,0– O mais lúcido do meio-campo alviverde, embora tenha cansado na parte final da partida.

Maikon Leite3,0– Muito mal, fez um primeiro tempo tenebroso. Saiu no meio tempo para a entrada de Dudu-5,0, que ensaiou boas jogadas mas parece ainda fora de jogo, típico de início de temporada em time novo.

Leandro Pereira5,0-Muita luta, mas não teve grande ajuda por parte dos colegas de time.