Palmeiras perde para o Botafogo-PB mas avança na Copa do Brasil

Com um time misto que não mostrou muito interesse em campo, o Palmeiras perdeu na noite desta quarta-feira (21) em João Pessoa pelo placar de 1 a 0 para o Botafogo local. Como venceu a partida de ida por 3 a 0, o Verdão conseguiu definir sua classificação para as quartas de final da Copa do Brasil, e conhecerá o seu adversário em sorteio que será realizado nesta sexta (23).

Com estádio recebendo boa lotação, o time da casa parecia ter um bom cenário para arriscar alguma coisa, mas desde o começo quem dominava as ações da partida era o Palmeiras. Logo aos 7 minutos, Rafael Marques chutou forte, com o goleiro fazendo a famosa  “defesa em dois tempos”.

Logo a seguir, o Botafogo-PB teve duas oportunidades: uma aos 9 minutos, com falha de Edu Dracena que deixou Warley livre. O ex-atacante de São Paulo e Palmeiras, no entanto, chutou para fora. Aos 10 minutos, Vagner desviou bom chute para escanteio.

Aos 15 minutos, Jackson bateu bem uma falta e exigiu nova defesa de Vagner. Aos 21 minutos, belo cruzamento de Zé Roberto encontrou Lucas Barrios, que girou bem, mas chutou para fora. Aos 23 minutos, foi a vez de Marcinho fazer boa jogada e chutar, com escanteio para o time da casa.

A partir daí, a partida entrou em um clima de total pasmaceira, com toques e mais toques e pouca criação de jogadas efetivas para pressionar os goleiros, que conseguiram ser espectadores privilegiados de uma partida que não estava das melhores.

O segundo tempo se mostrava ainda mais monótono do que os 45 minutos iniciais, com direito a apenas uma sucessão de cartões amarelos para jogadores alviverdes. Aos 30 minutos, no entanto, Gustavo avançou livre pelo lado esquerdo da defesa alviverde e cruzou. Carlinhos chutou, a bola desviou em um jogador da sua própria equipe e foi para o fundo da rede alviverde.

Logo a seguir, aos 31 minutos, Rafael Marques chutou de longe para fora, o primeiro arremate a gol do time na segunda etapa. E a equipe paraibana se animou, perdendo boa chance com Gustavo aos 33 minutos, e outras oportunidades aos 36 e 41 minutos. Aos 44, Plinio estava livre na área palmeirense, mas felizmente desviou para fora. E Alecsandro quase empata aos 46 minutos, em bom cruzamento de Zé Roberto.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Vagner6,0– Fez algumas boas defesas, e não teve culpa no gol que tomou.

Fabiano5,5– A notícia boa é que o jogador do Cruzeiro participou bastante da partida. A ruim é que não fez nada de muito produtivo.

Edu Dracena6,0– Partida discreta, na qual sentiu um pouco o cansaço da partida contra o Corinthians, na qual foi impecável.

Thiago Martins6,0– Muito esforçado, com direito a uma boa avançada no segundo tempo.

Zé Roberto6,5– O melhor do time, embora tenha sofrido com a má cobertura de suas avançadas ao ataque.

Gabriel5,0– Atuação apenas discreta. Saiu no intervalo dando sua vaga a Matheus Sales-5,5, que também não brilhou.

Arouca5,0– Bastante fora de jogo, especialmente na hora dos passes.

Cleiton Xavier4,0– Não foi visto em campo. Saiu aos 23 minutos do segundo tempo substituído por Vitinho-4,0, que também não apareceu e ainda tomou um cartão amarelo de bobeira.

Allione4,5– Mais uma oportunidade desperdiçada pelo talentoso jogador argentino, que pouco fez em campo.

Rafael Marques6,0– Esforçado e disposto a ajudar o time, mas mal tecnicamente.

Lucas Barrios4,0– Um chute a gol, que foi para fora, e mais nada, Saiu aos 16 minutos do segundo tempo, dando sua vaga a Alecsandro-5,5, que estava há muito sem jogar e sentiu, mas que quase faz o gol de empate nos acréscimos.