Palmeiras perde para o Botafogo e deixa liderança do Brasileirão

Em mais uma performance abaixo do que se poderia esperar de um time que aspira o título brasileiro, o Palmeiras perdeu na noite deste domingo (31) para o limitado time do Botafogo pelo placar de 3 a 1, em partida jogada na casa do adversário para menos de 10 mil pagantes. A derrota nos custou a liderança do Brasileirão 2016 após oito rodadas na ponta. Agora estamos em 3º lugar.

O Botafogo iniciou a partida com uma disposição muito grande, e quase abre o marcador logo a 1 minuto, com Canales chutando para fora. O Verdão só se aproximou da meta adversária aos 14 minutos, e ainda assim em chute despretensioso de Moisés. O time parecia sem muita coesão e perdido.

Aí, aos 18 minutos, Róger Guedes perde a bola no meio campo e um belo lançamento encontrou Neilton, que superou Zé Roberto e finalizou sem chances para Vagner. Com o placar a seu favor, o time carioca se mostrou ainda mais confiante. O Verdão até empatou ais 26 minutos, mas o árbitro marcou impedimento de Thiago Santos, que cabeceou para a meta alvinegra.

Erik arrematou para fora aos 27 minutos, mas o time carioca se mantinha mais consistente. Após confusão na área que Vagner conseguiu salvar aos 33 minutos, veio o segundo gol. Neilton recebe boa bola, livra-se de Edu Dracena e Jean e chuta bem, aos 34 minutos. Aí, o jogo parecia entrar em clima de caos.

Apesar da desvantagem, o Palmeiras aparentemente acordou. Aos 38 minutos, Eric chuta forte e exige boa defesa de Sidão. O goleiro botafoguense foi ainda melhor aos 41 e 44 minutos, em finalizações de Leandro Pereira e Róger Guedes. Aos 47 minutos, foi a vez de Vagner defender cobrança de falta de Camilo.

Com Dudu e Rafael Marques nas vagas de Róger Guedes e Cleiton Xavier, o Palmeiras ameaçou uma melhora na partida, e aos 5 minutos Leandro Pereira acertou a trave, com uma cabeçada que completou bom cruzamento de Zé Roberto. Mas a partir daí, as chances de gol passaram a sumir.

Quando o jogo caminhava para o final nos 2 a 0, Moisés mandou uma bomba e Erik aproveitou o rebote, aos 32 minutos. A esperança voltava ao Verdão, mas o time parecia afobado, sem caprichar no ultimo passe e dando muito espaço para os contra-ataques cariocas. Ai, aos 39 minutos, Vagner fez pênalti infantil, cobrado por Camilo aos 41 minutos, e a derrota veio. O horror!

 

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Vagner5,0– Fez um pênalti infantil, embora também tenha feito algumas boas defesas. Mas sua saída de bola foi péssima.

Jean4,5– Muito abaixo do que pode apresentar.

Edu Dracena4,0– Mal na partida, foi substituído logo aos 5 minutos do segundo tempo por Thiago Martins-4,0, que manteve o (baixo) padrão.

Vitor Hugo4,0– Afobado e nervoso, nem parecia o grande zagueiro que é.

Zé Roberto6,0– Vacilou no primeiro gol do Botafogo, mas compensou com muito esforço e doação durante toda a partida.

Thiago Santos5,5– Participação discreta.

Moisés6,5– O melhor do Palmeiras na partida, buscando o jogo e tentando arrematar ao gol.

Cleiton Xavier2,0– Não foi visto em campo. Saiu no intervalo substituído por Dudu-3,0, que também esqueceu o futebol em São Paulo.

Róger Guedes3,5– Muita firula e pouca produtividade, além de ter errado passe que gerou a jogada do primeiro gol botafoguense. Saiu no intervalo substituído por Rafael Marques-4,5, que se mostrou mais esforçado, mas sem produzir nada de significativo.

Erik6,0– Em meio à má fase das últimas partidas, é um dos poucos que pode comemorar algo. Fez o gol e se esforçou o máximo durante todo o jogo.

Leandro Pereira4,0– Esforçado, mas não passou de um cone durante toda a partida.