Palmeiras perde para Mirassol em pleno Pacaembu

Após uma performance terrível em casa, jogando a rigor apenas cinco minutos de forma decente, o Palmeiras perdeu em pleno estádio do Pacaembu na noite deste sábado (31) para o Mirassol pelo placar de 1 a 0. E, se você não viu a partida, acredite: ficou até barato.

Sem Marcos Assunção e Valdívia, o meio campo alviverde mostrou pouca criatividade na etapa inicial, criando apenas duas chances medianas de gol, aos 10 minutos com Wesley, e aos 34 minutos, com cabeçada de Barcos. O time patrocinado pelo refrigerante Poty (já tomou um ? É pior do que Dolly…), por sua vez, teve cinco boas oportunidades, sendo as mais perigosas nos pés de Samuel aos 14 e 38 minutos e Sérgio Manoel aos 21 minutos.

Além de um meio-campo completamente inoperante, integrado por Márcio Araújo, Wesley, João Vitor e Daniel Carvalho, os laterais Arthur e Júnior deram espaços generosos para os ataques do adversário, enquanto os zagueiros Henrique e Maurício Ramos não se entendiam.

A etapa final trouxe esperanças para o Verdão em seus momentos iniciais. Wesley aos 10 e aos 11 minutos exigiu grandes defesas do goleiro Fernando Leal, assim como Daniel Carvalho aos 15 minutos. Aos 22 minutos, no entanto, quando Chico já havia entrado no lugar de Arthur, Preto abriu o marcador para o Mirassol, após falha de Barcos na marcação, se é que você consegue acreditar nisso.

O time sentiu o gol e passou a se enrolar ainda mais, e o Mirassol passou a ter chances consecutivas de gol, perdidas aos 28, 33, 34 e 40 minutos. O Palmeiras, por sua vez, pouco criou, apesar do “reforço” de Ricardo Bueno, que entrou na vaga de Wesley.

Maikon Leite ainda chutou uma rara boa bola aos 37 minutos, mas o goleiro adversário evitou o que seria o gol de empate. E ficou claro que a bola parada de Marcos Assunção faz mais falta do que muita gente imagina…