Palmeiras perde, mas continua na liderança

A partida foi tecnicamente abaixo do que se poderia esperar. Alguns de nossos jogadores mais importantes não estiveram em jornada inspirada. De quebra, o adversário soube se aproveitar das chances de gol que teve a seu alcance. Resultado de tudo isso: Vitória 3×2 Palmeiras. Mesmo perdendo, continuamos mantendo a liderança do campeonato, pois o Internacional perdeu em pleno Beira-Rio para o Cruzeiro. O ponto positivo fica por conta de Robert, que entrou no lugar do contundido Obina ainda na etapa inicial e fez dois gols.

No início da partida, o Verdão foi para cima do Vitória, tendo sua melhor chance em chute de Wendel aos 14 minutos. Por sua vez, o time baiano tentava sair nos contraataques, e Roger mandou uma bola na nossa trave aos 13 minutos. As cobranças de faltas e escanteios feitas pelo veterano Ramon, que também soube cavar algumas dessas faltas, levavam bastante perigo à nossa meta.

Aos 19 minutos, Marcos saiu mal do gol em cruzamento de Ramon, rebatendo de forma estabanada a bola na área, que bateu em Ueliton e entrou em nosso gol. Um a zero para eles. Aos 25 minutos, Obina sai contundido, vítima de uma dividida com o maldoso Fábio Ferreira. Aos 32 minutos, repetindo o que fez contra o Barueri, Vagner Love fez gol de cabeça, anulado devido a impedimento. Mas aos 40 minutos, Armero acerta seu único cruzamento no jogo, para bela cabeçada de Robert. Tudo empatado. Aos 43 minutos, Vagner Love quase desempata, mas cabeceou fraco, em cruzamento de Wendel.

Na etapa final, o Palmeiras pressionou bastante o Vitória, mesmo errando muitos passes e sofrendo com fracas partidas em termos técnicos de Wendel, Cleiton Xavier, Vagner Love e, especialmente, Edmilson. Aos 25 minutos, quando o Verdão estava todo no campo ofensivo, Vagner Love perde bola que acaba gerando um contragolpe. A jogada de Roger acabou chegando em Neto Berola, que não perdoou. 2 a 1 Vitória. A equipe baiana cresceu, e acabou fazendo seu terceiro gol aos 39 minutos. Ramon bateu escanteio, Marcos rebateu no meio da área e Derlei acabou finalizando com sucesso.

Aos 43 minutos, Ortigoza, que entrou no segundo tempo, cruzou bem para bela cabeçada de Robert. Mas não havia mais tempo para o empate. Souza e Danilo foram provavelmente os melhores do Palmeiras em campo, enquanto o Vitória, se não jogou tão bem, ao menos soube aproveitar as chances que teve. Nossa próxima partida será no dia 23, contra o Cruzeiro, em partida com data alterada levando em conta os interesses da dona da competição, a Rede Globo.