Palmeiras perde em Itu

edicao15.gif

Um gol de Sorato, que cabeceou livre na área aos 38 minutos do primeiro tempo, derrubou a invencibilidade que o Palmeiras manteve por 16 anos contra o Ituano. O centroavante aproveitou da fragilidade que tem caracterizado o sistema defensivo alviverde para acertar o ângulo esquerdo de Marcos. No entanto, mesmo antes da definição do placar de 1×0, o time da casa já dominava a partida na estréia (entre os titulares) do lateral-esquerdo Leandro e do meio-campista Martinez.

Com poucos chutes a gol, o ataque formado por Willian e Osmar não obrigou Marcio a grandes defesas. Aos 10 minutos, Martinez arriscou de fora de área e mandou pra fora. Aos 20, um chute forte de Willian no rebote rendeu escanteio depois de desviar na zaga. A substituição de Pierre, que logo em seguida lesionou o tornozelo, pareceu desmontar o esquema tático de Caio Jr. A entrada de Leonardo Silva, que levou o primeiro cartão amarelo com menos de um minuto em campo, viria a prejudicar o Palmeiras ainda mais. A expulsão do zagueiro aos 46 iniciais, forçou a entrada de Caio no lugar de Willian para o segundo tempo.

Com dez em campo e um futebol melhor, aos 4 minutos Paulo Baier acertou a trave adversária após cobrança de falta de Edmilson. O homem a menos e a necessidade do gol forçavam o jogo ofensivo e abriam espaço para os contra-ataques. Um chute no canto do travessão e duas grandes defesas de Marcos, que fechou bem o ângulo em ambas, evitaram que a vantagem fosse ampliada. Caso fosse marcado o pênalti sofrido pelo jogador, a entrada de Florentín no lugar de Edmundo teria surtido efeito. Como não foi, o Palmeiras assume a nona posição na tabela e amplia a distância para os líderes do Campeonato.