Palmeiras perde em casa para Fluminense

Por Fabian Chacur

Em partida na qual esbanjou incompetência em termos de criação e não soube conter a maior habilidade do meio campo adversário, o Palmeiras perdeu em casa para o Fluminense pelo placar de 1 a 0 na noite deste sábado (26) no estádio do Pacaembu, partida válida pela segunda rodada do Brasileirão 2014 da série A.

Sem Alan Kardec e sua úlcera nervosa (ou coisa que o valha), o Verdão apostou em três volantes e Leandro isolado no ataque, com Valdivia e Marquinhos Gabriel incumbidos de servir seus colegas. A falta de habilidade de Marcelo Oliveira e Josimar e a pouca inspiração de Wesley não ajudaram muito na criação de jogadas.

Como seria de se esperar, o Fluminense teve muito mais posse de bola, graças ao maior poder de fogo de seu meio-campo. O clube carioca também aproveitou bem os espaços proporcionados pelo lado esquerdo da defesa alviverde. O Palmeiras apostou em marcação e eventuais contra-ataques que teimavam em não se concretizar.

O jogo começou a pender para o lado tricolor a partir dos 29 minutos, quando Fernando Prass fez sua primeira grande defesa em chute de Rafael Sobis. Aos 38 minutos, foi a vez de Conca exigir o goleiro alviverde, enquanto Sobis esteve novamente em vias de fazer o seu aos 42 minutos, novamente impedido por nosso goleiro.

Aos 44 minutos, no entanto, não teve jeito. Conca lançou Fred na avenida Juninho. O atacante serviu com categoria Rafael Sobis, que dessa vez não deu chances a Fernando Prass. Aberto o marcador no último lance da etapa inicial.

Com Serginho na vaga de Josimar, o Palmeiras voltou para a etapa final praticamente do mesmo jeito, penando para tirar o domínio de bola do Fluminense. Aos 6 minutos, Fred perdeu gol feito, enquanto Serginho fez Diego Cavalieri realizar sua defesa mais difícil na partida aos 16 minutos,  no melhor chute de jogador do Verdão na partida.

As entradas de Diogo e Miguel nas vagas respectivamente de Marquinhos Gabriel e Leandro não mudaram o panorama da partida, com uma pressão inócua do time de Gilson Kleina e contra-ataques perigosos do clube carioca, com boas chances desperdiçadas aos 32 minutos com Conca, aos 33 com Vagner e aos 38 com Fred.

Aos 40 minutos, outro momento habitual em jogos do Palmeiras: Valdivia levou seu cartão amarelo, o segundo em duas partidas jogadas no Brasileirão 2014 da Série A. No fim das contas, uma derrota que não pode ser considerada inesperada, frente a um adversário com muito mais criatividade e poder de fogo que o nosso.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass 7,0 – Belas defesas e segurança durante todo o jogo, não teve culpa no gol do Fluminese.

Wendel 5,5 – Discreto e regular, pena ter perdido gol feito aos 47 minutos do segundo tempo.

Lúcio 5,0 – Não conseguiu impedir as boas tramas do adversário.

Tiago Alves 4,0– Errou passes demais e deu mole para o ataque do Fluminense.

Juninho 3,5– Inoperante no apoio ao ataque e uma verdadeira avenida em termos defensivos. Fraquíssimo.

Marcelo Oliveira 5,0– Muito esforçado na marcação e inexistente no apoio.

Josimar4,0– Fraco na marcação, nos passes e na armação. Saiu no meio tempo dando sua vaga a Serginho5,5-, que ao menos tentou chutes a gol e acertou o melhor do time durante toda a partida.

Wesley 4,5– Até tentou criar jogadas e dar movimentação ao meio-campo alviverde, mas não estava em noite muito inspirada.

Valdivia5,5– Continua sendo o jogador mais lúcido do meio-campo, mas também não viveu um momento muito inspirado na noite deste sábado.

Marquinhos Gabriel4,5– Abaixo do que pode render, só com alguns momentos de brilho. Substituído por Diogo 4,0-, que conseguiu jogar ainda pior do que seu antecessor em campo.

Leandro4,0– Totalmente inoperante e abaixo do que pode render. Substituído por Miguelsem nota-, que simplesmente não foi visto em campo.