Palmeiras perde do Inter com gol de Valdivia genérico

Por Fabian Chacur

O que parecia óbvio, acabou se concretizando. O Palmeiras mais uma vez perdeu para o Inter em Porto Alegre, desta vez na noite deste sábado (29) pelo placar de 3 a 1. O time paulistano abusou do direito de errar, e mostra mais uma vez que, se não for rebaixado de fato, é certamente um rebaixado moral.

Com três zagueiros e três volantes, o Palmeiras procurou fechar os espaços, tentando impedir o Inter de jogar com seus jogadores mais talentosos. O time da casa sentiu dificuldades, criando chances apenas em um chute de Alex de fora da área aos 13 minutos e em boa oportunidade que Fabrício recebeu livre na área aos 17 minutos, arrematando muito mal.

Aos 23 minutos, no entanto, um erro alviverde deu ao Inter o seu primeiro gol. O estreante Taiberson recebeu livre e chutou a gol. Fernando Prass estava na bola, mas Marcelo Oliveira desviou e matou o goleiro alviverde, permitindo ao adversário abrir o marcador. Começaria ali uma goleada?

Não foi o que se viu. Os comandados de Abel Braga continuaram com muita posse de bola e pouca criação de oportunidades efetivas. Dessa forma, o Palmeiras conseguiu chegar ao aparentemente improvável empate aos 37 minutos, quando um bom cruzamento de Victor Luis encontrou Renato, que de cabeça fez belo gol.

Até o fim da etapa inicial, o colorado gaúcho continuou com domínio de bola, mas sem concretizar em jogadas agudas sua superioridade técnica. O máximo que tivemos foi D’Alessandro chutando uma bola para fácil defesa de Fernando Prass, enquanto o Palmeiras poderia ter feito mais um, não fosse erro de passe de Henrique em importante contra-ataque.

O início da etapa final do Palmeiras foi surpreendentemente bom, com o time conseguindo conter o time da casa. O problema era o de sempre: conseguir criar alguma chance efetiva de gol. Isso não ocorreu. E aí, aquela velha máxima do futebol se concretizou pela culionésima vez: quem não faz, toma.

Aos 19 minutos, cruzamento na área encontrou Fabricio, que cabeceou livre e colocou o Inter novamente na frente do marcador. A partir daí, o jogo acabou, com o time de Dorival Júnior perdidinho em campo e o Inter dominando a bola e esperando a hora de cravar a estaca no peito do adversário.

O que veio a ocorrer aos 33 minutos. E, obviamente, com requintes de crueldade. Valdivia, não o nosso, mas o jogador do Inter que ganhou o apelido devido a sua semelhança com o craque chileno, acertou um belíssimo chute e deu números definitivos à partida, que acabou com direito a expulsões e cenas de pugilato de dar pena de nós, pobres torcedores do Alviverde Imponente.

Atualização-23h04 -29.11.2014. O Flamengo fez a sua parte e meteu 4 a 0 no Vitoria, em Manaus. Com esse resultado, o Palmeiras só depende de si para escapar do rebaixamento na última rodada do Brasileirão 2014. Qualquer vitória contra o Atlético-PR nos salva. O empate também, se por ventura o Vitória não ganhar do Santos em Salvador. E se perdermos, um empate do Vitória nos salva. Isso se Botafogo e Bahia não ganharem neste domingo (30). Ufa!!!

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass5,0– Não teve culpa nos gols, mas o que veio, entrou.

Lúcio2,0– Péssimo em todos os quesitos, especialmente nos passes.

Victorino4,0– Muito esforçado.

Gabriel Dias4,5– Lutou bastante. Saiu aos 39 minutos do segundo tempo substituído por Felipe Menezes-sem nota, que entrou com o jogo perdido e não foi visto em campo.

João Pedro3,5– Fraco.

Vitor Luis5,0– Bom no apoio.

Renato5,5– Fez um belo gol e se destacou em um time medíocre.

Marcelo Oliveira3,0– Horrível, com direito a gol contra e tudo. Saiu aos 20 minutos do segundo tempo dando lugar a Cristaldo-sem nota, que não foi visto em campo.

Wesley3,5– Fraquíssimo. Saiu aos 30 minutos, dando lugar a Bruno Cesar-zero, que além de não jogar nada ainda arrumou confusão e foi expulso.

Allione4,0– Teve até alguns lampejos de bom futebol, mas acabou sendo engolido pela ruindade geral, e ainda tomou dois amarelos e foi para o chuveiro mais cedo.

Henrique4,0– A bola não chega, o que ele poderia fazer? Mas errou passe importante em contra-ataque no primeiro tempo.