Palmeiras perde clássico nos primeiros 30 minutos

Bastaram 30 minutos para que o clássico entre Palmeiras e Corinthians fosse decidido a favor do adversário.

A partida, jogada na tarde deste domingo (24) no estádio do Pacaembu, acabou com o placar de 1 a 0 para o rival.

Desfalcado de Márcio Araújo e Gabriel Silva, o time de Luiz Felipe Scolari entrou com Luis Felipe na lateral direita e Fabrício na esquerda. No meio, Lincoln no lugar de Valdívia.

O resultado não poderia ter sido pior. A equipe praticamente ficou vendo o rival trocar bolas no meio campo e criar boas oportunidades.

Jucilei aos 7 minutos, Bruno César aos 12 (em grande defesa de Deola) e Ronaldo aos 12 minutos poderiam ter aberto o marcador.

Aos 22 minutos, no entanto, não teve jeito. Bruno César recebeu livre na entrada da área e chutou forte. A bola desviou na perna de Marcos Assunção e traiu Deola.

Só aos 25 e aos 27 minutos o Palmeiras chegou com um pouco de perigo à área corintiana.
Aos 34 minutos, Bruno César entrou livre na área alviverde e só não fez o segundo gol de seu time graças a mais um milagre de Deola.

Para a etapa final, Felipão tentou Patrik no lugar de Luis Felipe e arriscou Valdívia, mesmo em condições não ideais, no lugar do apagadíssimo Lincoln.

Mas o Mago realmente não estava em condições, e pouco fez, tendo saído aos 34 minutos, dando o lugar a Dinei.
Mesmo assim, o Palmeiras jogou melhor e criou algumas chances, que a péssima pontaria de seus atletas impediu de tornarem-se gols.

As melhores oportunidades, só para variar, saíram dos pés de Marcos Assunção, em duas faltas cobradas aos 10 e especialmente aos 28 minutos. Para nossa infelicidade, ele tomou o terceiro amarelo e é desfalque contra o Goiás, na próxima partida do Brasileirão.

Mesmo com o time treinado pelo folclórico Tite jogando muito pouco nos 45 minutos finais, a vitória acabou ficando mesmo em suas mãos. Para nós, resta dedicar todos os esforços à Copa Sulamericana.