Palmeiras perde clássico e acaba turno na zona do rebaixamento

Em partida na qual fez um bom primeiro tempo e uma fraca segunda etapa, o Palmeira perdeu para o Santos de virada na noite deste sábado (25), no estádio do Pacaembu. O resultado deixou a equipe alviverde na zona de rebaixamento, no fim do primeiro turno do Brasileirão 2012.

Felipão surpreendeu muita gente ao entrar com João Vitor na lateral direita e Betinho sendo o companheiro de ataque de Barcos, no lugar de Obina, que teve de encarar o Banco. Os primeiros minutos da partida tiveram como tônica várias faltas e erros de passe. O primeiro escanteio, a favor do Verdão, ocorreu a 11 minutos.

Ganhando a disputa no meio-campo e anulando Neymar e Ganso, o Palmeiras começou a criar boas chances de gol. Aos 15 minutos, Corrêa chuta e a bola vai por cima. Aos 18, foi a vez de Barcos, enquanto aos 20, Betinho perde a oportunidade criada por Barcos.

A primeira chance real de gol santista só surgiu aos 28 minutos, quando um contra-ataque rápido deu a Neynmar a oportunidade de fazer, com chute forte que passou perto do gol.

Aí, após dominar a ações sem criar oportunidade, o Verdão abriu o marcador aos 40 minutos, com belo chute de Corrêa de fora da área.

Quando tudo levava a crer que o Palmeiras acabaria a etapa inicial com a vantagem no marcador, uma falta besta na entrada da área deu a Neymar a chance de empatar a partida, o que ocorreu aos 44 minutos.

Provavelmente sentindo o gol de empate sofrido, o time de Felipão voltou mal para os 45 minutos finais, enquanto o Santos melhorou a marcação e passou a impedir seu adversário de jogar. De quebra, jogadores como João Vitor e Valdívia tomaram amarelos aantes dos 16. Valdívia, por sinal, abusou do individualismo e dos passes errados.

Aos 17 minutos, o lance que definiu o jogo. Neymar recebu passe e chutou fraco. Bruno chegou muito atrasado e pode se dizer que tomou um frango. Dois a um Santos, uma virada indigesta. Aos 19 minutos, Arouca quase amplia o marcador.

Aos 23 minutos, Barcos perde um gol absurdo, cara a cara. Logo a seguir, Obina entra no lugar de Mazinho, mas pouco consegue produzir, em mais uma partida apagada.

Barcos quase consegue o empate, aos 31 minutos, em boa jogada que acabou sendo salva pela zaga santista, e aos 43 minutos, em belíssima cabeçada que obrigou Rafael a fazer uma defesa espetacular.

Aos 43 minutos, mais uma notícia ruim para Scolari: Maurício Ramos toma o terceiro amarelo e será o milésimo desfalque do Palmeiras, ficando de fora do Palmeiras na estreia do segundo turno, contra a Portuguesa, no meio da semana. Um segundo turno de 19 partidas nas quais o Verdão terá que fazer das tripas coração para escapar do rebaixamento. Aguenta coração!