Palmeiras não passa do 0 a 0 contra a Inter em Limeira

O Palmeiras pecou muito nas finalizações na tarde deste sábado (14) na cidade de Limeira (SP), e também teve uma performance muito abaixo do que deveria diante da fraca equipe da Inter de Limeira. Como punição, ficou no 0 a 0 e manterá o Santo André na liderança de seu grupo no Paulistão 2020 mesmo que a equipe do ABC perca a sua partida nesta rodada. De quebra, ainda teve expulso Marcos Rocha, que não jogará o Derby em Itaquera, seja lá quando essa partida for realizada, em função da pandemia do novo corona vírus.

Com um público de mais de 15 mil pessoas, uma raridade em tempos de jogos sem torcida ou mesmo cancelados no âmbito do futebol, o Palmeiras encarou um adversário fechado na defesa, que raramente conseguiu chegar ao nosso setor defensivo. Com muita dificuldade, o time treinado por Vanderlei Luxemburgo dominava as ações, mas criava pouco. A rigor, teve duas oportunidades claras, uma que Rony finalizou mal, para fora, após chute de Bruno Henrique que o goleiro adversário rebateu, aos 34 minutos, e a bola que Dudu mandou na trave aos 47 minutos.

Com Zé Rafael e Patrick de Paula nas vagas de Ramires e Bruno Henrique, o cenário da partida parecia que iria se alterar. A expulsão do atacante Airton aos 7 minutos deixou mais clara essa expectativa, mas a verdade é que o Palmeiras não soube se aproveitar da vantagem numérica como deveria.  De quebra, nas poucas vezes em que chegou com mais efetividade, o goleiro local se incumbiu de afastar as chances de gol do Verdão.

Rony, que foi o melhor do time na etapa final, quase marca aos 26 minutos em chute forte que o goleiro espalmou do jeito que pôde, assim como Dudu já havia feito logo a 1 minutos, com outra defesa incrível. O tempo passava, e com ele veio o nervosismo, que impediu a vitória. De quebra, Marcos Rocha deu uma de juvenil e foi expulso por uma falta besta aos 49 minutos de jogo. Um final triste para o terceiro empate seguido do Verdão no Paulistão 2020.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Weverton- 6,0- Praticamente assistiu o jogo de dentro do campo.

Marcos Rocha-ZERO!- Além de fazer uma partida fraca, ainda me inventa de ser expulso nos acréscimos. Acho que agora ele sabe o porque o clube busca mais um lateral-direito…

Felipe Melo- 5,0- Distribuiu botinadas a partida inteira, tomando um amarelo e não sendo expulso por pouco. Esse não é o jogador que estávamos nos acostumando a ver. Uma pena.

Victor Hugo- 6,0- Ainda fora de forma, mas ainda assim foi melhor do que se colega de zaga.

Matias Viña- 5,5- Bem discreto durante toda a partida.

Ramirez-3,0- Muito, mas muito fraco mesmo. Saiu no intervalo dando lugar a Patrick de Paula-5,5, que jogou muito menos do que em partidas anteriores, errando passes e parecendo menos seguro em campo.

Bruno Henrique- 6,0- Não brilhava, mas dava conta do recado. Saiu no intervalo substituído por Zé Rafael-4,0, que lembrou suas atuações como meia em 2019.

Dudu- 7,0- Mandou uma bola na trave, quase marcou em outra ocasião e lutou até o final, como de praxe.

Willian- 4,0- A pior partida do Bigode no ano. Não foi visto em campo.

Luiz Adriano- 5,0- A bola não chegou para ele, mas ele também não ajudou muito. Saiu aos 13 minutos do segundo tempo para a entrada de Lucas Lima-5,0, que deu uma certa impulsionada na criação ofensiva.

Rony- 7,0- Um primeiro tempo apenas regular e um ótimo segundo tempo, no qual ameaçou bastante a defesa adversária, tendo até sofrido um pênalti claro que o árbitro não marcou, e chutou uma boa bola no gol, exigindo bela defesa do goleiro. Quando fizer seu primeiro gol com o manto alviverde, tem tudo para se soltar mais.