Palmeiras junta os cacos para enfrentar o Vasco neste domingo

Depois da eliminação da Copa Libertadores, o Palmeiras agora precisa secar as feridas para seguir em frente no Campeonato Brasileiro. Nosso próximo adversário é o Vasco, que luta para se manter distante da zona do rebaixamento.

Para a partida deste domingo, que será disputada em Volta Redonda, o técnico Cuca terá que quebrar a cabeça para montar a equipe. Não poderemos contar com o zagueiro Mina (que só deve retornar no próximo ano), nem com os lesionados Jaílson e Dudu. O Moisés, que acabou de retornar, também será preservado.

Bastante abatido, o técnico Cuca falou ontem com a imprensa e deu várias declarações interessantes para a torcida:

– Cuca garantiu que o Fernando Prass está renovando o seu contrato e que as conversas sobre a renovação se iniciaram lá atrás.

– o treinador também desmentiu que tenha pedido demissão várias vezes. Cuca apenas pediu as contas na treta com o falastrão Felipe Melo.

– Cuca também confessou que deseja permanecer no clube até o final do seu contrato, no final de 2018. Além disso, ele reclamou que não participou da montagem da equipe para esta temporada e que quer fazer isso neste ano.

Bem, claro que em muitas ocasiões o Cuca é “sincero como não se pode ser” e isso atrapalha o clube. Porém, com tanta fofoca e notícias ruins sobre o Palmeiras, acredito que neste momento essa sinceridade extrema pode ser libertadora.

É preciso passar uma régua neste início de temporada e terminar o Brasileirão numa posição honrosa. Se o Cuca quer mesmo ficar, ele precisa aproveitar o tempo que ele tem agora para treinar a equipe e começar a construir desde já as bases do time que planeja comandar em 2018.

Apesar que, aqui no Brasil, contrato de técnico de futebol não deveria ter prazo. A única coisa que define quanto tempo um treinador fica num clube são os resultados. O resto é papo furado.

Abraço a todos!