Palmeiras joga mal, mas vence bem em Itápolis

Pois é, o titulo do post parece contraditório, mas foi isso mesmo o que aconteceu em Itápolis, onde o Palmeiras venceu o time da casa por 1 a 0, com um belo gol no final marcado pelo reserva Patrik.

Na primeira etapa, o Oeste ameaçou várias vezes o Palmeiras se aproveitando da marcação frouxa no meio-campo, e que dava total condições para os atacantes invadirem a nossa área. A falta de pontaria de Fábio Santos e Mazinho, além da boa colocação do goleiro Deola nos ajudaram muito.

Tivemos algumas chances apenas nas cobranças de falta de Marcos Assunção, cuja pontaria não estava nada boa. Apenas no final da primeira etapa, ele conseguiu mandar uma bola perigosa que passou perto do lado esquerdo da trave.

A minha esperança era que o jogo melhorasse no segundo tempo. E até que começamos bem, quando Marcos Assunção cruzou com perfeição para Danilo que, na grande área, cabeceou na trave.

O inoperante Dinei saiu para a entrada de Patrik. A idéia de Felipão era fechar o buraco do meio-campo, mas não adiantou muito. O pessoal lá na frente sentiu o cansaço, sumiu em campo, e o Oeste teve várias oportunidades para abrir o placar, e deu muito trabalho para o goleiro Deola.

Eu já me conformava mais um 0x0 LAZARENTO quando, aos 41 min, Luan teve um lampejo de craque, viu Patrik livre dentro da área e cruzou. O garoto, queridinho de Felipão, tirou o zagueiro da jogada e marcou o seu primeiro gol com a camisa do Palmeiras.

Melhor jogar mal e vencer, do que jogar muito bem e perder. Ou não?

Abraço a todos!