Palmeiras joga bem, mas fica no empate com a Chapecoense

Jogo bom, 70% de posse de bola, 500 finalizações e necas de gol. Essa foi a partida entre Palmeiras e Chapecoense, nesta terça, no Pacaembu. Um 0 a 0 com sabor de quase derrota, porque dava para o Palmeiras fazer o gol. Mas, o Verdão segue com 42 pontos, líder e rumo ao segundo turno.

Vale lembrar que o Palmeiras não vence uma partida há quatro jogos. Há, e o Márcio Araújo é o melhor em campo. Como resolver?

Próxima rodada, o Palmeiras encara o Atlético-GO, em Itumbiara.

O jogo

O primeiro tempo foi marcado por boas chances do Palmeiras e pouco aproveitamento. O Verdão errou muito na finalização.

Logo no começo do jogo, Prass fez uma boa defesa após ataque da Chapecoense. E ai começou os erros do Palmeiras. Juninho quase acertou no canto do goleiro.

Felipe Menezes errou. Mendieta errou. Aos 17 minutos, cruzamento de Luís Felipe e cabeçada de Alan Kardec que quase foi gol.

Pouco tempo depois, Tiago Alves, sozinho lá na frente, chutou em cima do goleiro. Uma chance clara para o Palmeiras. Uma tristeza.

Mas, o jogo continuou com erros claros do Palmeiras. Erros de passe, erros de finalização. E o jogo continuou 0 a 0.

Na volta do segundo tempo, Kleina tirou Ronny e colocou Vinícius.

Depois de cruzamento, quase que o Tiago Alves faz de cabeça, a bola saiu bem rente a trave.

Aos 18 minutos, Kleina tirou Felipe Menezes, mal no jogo, e colocou Serginho.

Três minutos depois, Fernando Prass fez uma ótima defesa após cobrança de falta.

Nos 25 minutos, Vinícius teve duas boas chances. As duas do mesmo lado, no canto esquerdo do goleiro. Aos 28, outra boa oportunidade, mas chutou fraco.

O Palmeiras continuava tentando. Uma vez com Wesley, uma vez com Luís Felipe. Um show de erro de finalização. E detalhe, com a zaga da Chapecoense estava fácil fácil para se fazer gol.

Aos 47 minutos, André Luiz ainda meteu uma bola na trave inacreditável! A noite era mesmo do goleiro Rhodolfo, da Chapecoense, que ainda tocou na bola para ela sair.