Palmeiras goleia Sampaio Corrêa e avança na Copa do Brasil

palmeiras 5x1 sampaio correa copa do brasil

 

Por Fabian Chacur

O Palmeiras conseguiu se classificar para a próxima fase da Copa do Brasil ao golear pelo placar de 5 a 1 a equipe do Sampaio Corrêa na noite desta terça-feira (12) na Allianz Parque. O resultado elástico não reflete o que foi a partida em sua etapa inicial, quando a equipe maranhense conseguiu estar à frente do placar.

O começo da partida não poderia ter sido mais típico em uma situação como essa. O time da casa tomou logo conta das ações, mas sem imaginação e fazendo a bola girar de forma ineficiente, enquanto o visitante apostava em marcação forte, compactação e tentativas de contra-ataques.

Lucas cabeceou para fora aos 8 minutos na primeira oportunidade um pouco mais decente de gol do Palmeiras. Aos 13 minutos, Zé Roberto ficou na cara do goleiro adversário, que saiu bem e evitou a conclusão. Aos 19 minutos, Egídio cobrou falta e a bola passou perto. A coisa parecia melhorar.

Aí…..Em jogada rápida pelo lado esquerdo da defesa alviverde, o atacante Pimentinha simplesmente entortou o zagueiro Vitor Hugo e cruzou. Diones, livre na área, cabeceou e abriu o marcador para o time maranhense, aos 23 minutos. Nem é preciso dizer que o jogo mudou de feições.

O nervosismo e a pouca criatividade passaram a imperar no lado verde, com posse de bola ineficaz e nada de chances efetivas de gol, restritas a arremates de longe de Rafael Marques aos 28 minutos e de Amaral aos 32 minutos. Com bons espaços, o Sampaio Corrêa felizmente não arriscou nada.

O Verdão voltou para a etapa final com outro espírito, e com apenas 1 minuto de jogo Cristaldo já havia assustado o adversário em duas finalizações que exigiram boas defesas do goleiro. Mas aos 4 minutos, não teve jeito. Robinho, que entrou no lugar de Amaral, bateu escanteio, e aproveitando rebote, Vitor Hugo, de esquerda, finalizou para empatar a partida.

Aos 10 minutos, os maranhenses não resistiram à pressão do Palmeiras, e Cristaldo fez de cabeça o gol da virada, aproveitando com precisão um belo cruzamento de Lucas, o jogador mais regular do Verdão durante o jogo. Aos 21 minutos, Zé Roberto aproveitou passe de Dudu e ampliou o placar.

Sem apelar e tentando reagir, o Sampaio Corrêa assustou o Palmeiras aos 26 minutos, em bela defesa de Fernando Prass, e com duas bolas na trave, uma em arremate de Robert aos 30 minutos e outra com Gil Mineiro mandando uma bomba logo a seguir. Mas aos 32 minutos, Dudu foi derrubado na área. Pênalti! E o juiz, felizmente, marcou sem titubear.

Zé Roberto bateu mal o pênalti, mas Kelvin soube aproveitar o rebote e, aos 34 minutos, deu o tom de goleada ao placar. Zé Roberto, por sua vez, se redimiu e aos 47 minutos fez o quinto gol alviverde, de cabeça e aproveitando um belíssimo cruzamento de Egídio. Ufa!

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass6,5– A segurança de sempre.

Lucas8,0– Muito bem durante toda a partida, com direito a assistência para gol e bom desempenho na parte defensiva. Joga muito!

Wellington6,0– Regular, mesmo há muito sem jogar.

Vitor Hugo5,5– Tomou um passeio do Pimentinha, mas fez o gol salvador do empate. Será que não seria melhor coloca-lo no ataque?

Egídio5,5– Precisa ganhar ritmo de jogo, mas cresceu durante a partida, com direito a bela assistência para o quinto gol.

Gabriel6,0– O rei da marcação, novamente.

Zé Roberto8,0– Fez dois gols e comandou a reação alviverde na segunda etapa, com muita lucidez.

Amaral –4,0– Bem fraco. Saiu no intervalo substituído por Robinho-6,5-, que teve papel importante na virada do Verdão.

Rafael Marques5,5– Esforçado, mas abaixo do que pode render.

Dudu6,0– Muita garra e disposição. Cresceu no segundo tempo. Substituído aos 42 minutos por Leandro-sem nota, que teve pouco tempo para jogar.

Cristaldo6,0– Participou bastante do jogo, com direito a um gol e a várias boas chances de marcar outros.  Saiu aos 25 minutos do segundo tempo substituído por Kelvin-6,5– que aproveitou bem o tempo em que esteve em campo, indo pra cima da defesa adversária e ainda fazendo um gol de puro oportunismo. Olho nesse garoto, bem promissor.