Palmeiras goleia o Figueirense na Allianz Parque

Mais uma vez o Palmeiras demonstrou confiança e desenvoltura ao jogar em casa. Sem sustos, goleou na noite desta quinta-feira (30) a equipe do Figueirense pelo placar de 4 a 0. O destaque ficou por conta de Gabriel Jesus, que fez dois gols e é o artilheiro do Brasileirão 2016, liderado por sua equipe. Os 32.834 torcedores presentes cantaram e vibraram como nunca.

Com a confiança que uma equipe grande precisa ter para disputar a sério um título em torneio de pontos corridos quando joga em casa, o Palmeiras começou com força a partida. Logo em seu primeiro lance de gol, aos 7 minutos, conseguiu abrir o marcador. Róger Guedes cruza e Moisés, de cabeça, vence o goleiro Gatito Fernandes. A coisa parecia promissora.

Sem forçar muito, o Verdão deu um pouco de espaço para o Figueirense, que aos 17 minutos teve boa chance com Dudu, mas Fernando Prass conseguiu realizar boa defesa e mandou a bola para escanteio. Aos 21 minutos, o veloz Róger Guedes mandou um balaço no gol do Figueira, mas Gatito espalmou.

O apenas esforçado João Pedro conseguiu sua melhor jogada aos 24 minutos, quando foi até a linha de fundo e cruzou, para boa defesa do goleiro adversário. Aos 36 minutos, quase sai o segundo gol, mas Marquinhos conseguiu salvar o gol praticamente em cima da linha. O time catarinense só chegou com algum perigo de novo aos 36 minutos, com boa rebatida de Prass.

Mais intenso no final, o Palmeiras mais uma vez se aproximou do gol, com Dudu cruzando para Gabriel Jesus, que acabou trombando com o goleiro aos 41 minutos. Mas o próprio Dudu não desperdiçaria aos 42 minutos, em jogada iniciada em cruzamento de Róger Guedes, com assistência de Tchê Tchê.

O Verdão voltou para a etapa final com a mesma força, e resolveu o jogo logo aos 10 minutos, em cruzamento de Zé Roberto complementado por Gabriel Jesus, de cabeça, sem chances para o goleiro adversário. A partir daí, o Figueirense até tentou reagir, com algumas oportunidades seguidas, mas nada que realmente assustasse os comandados de Cuca.

Sem forçar o jogo, o Palmeiras foi se aproximando de mais um gol, que acabou saindo aos 45 minutos, novamente de Gabriel Jesus, em cruzamento do novo The Flash do futebol brasileiro, o incansável Róger Guedes, correndo feito um jato no finalzinho da partida. O Verdão continua 100% em casa!

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass7,0– Não foi tão exigido, mas estava atento quando foi necessário intervir.

João Pedro6,0– Alternou alguns bons momentos com a atitude estabanada de sempre. Como tem muita raça, merece respeito, apesar de tudo

Edu Dracena7,5– Seguro, vai retomando a boa forma que lhe deu fama.

Vitor Hugo7,0– O vigor e a seriedade de sempre.

Zé Roberto7,0– Passes impecáveis, ótimo ritmo de jogo e bom na defesa.

Moisés8,0– Uma grande partida, com direito a um gol, belos passes e precisos desarmes. Saiu contundido aos 5 minutos do segundo tempo, o que preocupa. Matheus Sales-6,0, entrou com a partida já resolvida e não comprometeu.

Tchê Tchê7,0– O motorzinho do time continua a mil por hora, para nossa felicidade.

Cleiton Xavier6,0– Foi útil, mas não brilhou. Saiu aos 19 minutos do segundo tempo substituído por Lucas Barrios-5,5 , que também entrou com o jogo ganho e procurou se mexer, mas nitidamente fora de forma. Precisa jogar para adquirir ritmo, o que certamente acontecerá com o decorrer do tempo.

Dudu7,5– Outra bela performance do pequeno gigante, com direito a gol, assistência e muito trabalho para a defesa do Figueirense. Saiu aos 33 minutos do segundo tempo substituído por Vitinho-5,5, que fez algumas jogadas de efeito e se mostrou bastante promissor.

Róger Guedes8,0– Se há uma coisa difícil no futebol é aliar vigor físico e qualidade técnica, e este garoto consegue isso com brilhantismo. Jogou muito.

Gabriel Jesus8,0– Deu muito trabalho à defesa do time catarinense e de quebra fez dois gols e virou o novo artilheiro do Brasileirão 2016.