Palmeiras goleia Linense em Araraquara

Como diriam os antigos comentaristas, na tarde deste domingo (19) o Palmeiras venceu e convenceu, goleando em Araraquara pelo placar de 4 a 0 a equipe do Linense pelo Paulistão 2017. Com grande partida de Dudu, o rei das assistências, os pupilos de Eduardo Batista liquidaram a fatura com desempenho dos mais elogiáveis, independente da qualidade do violento adversário.

A partida mal havia começado, e o torcedor alviverde sofreu um belo de um susto. Moisés sofreu falta em violenta dividida, e saiu de campo aos 11 minutos com possível contusão séria no joelho (tomara que não seja tão grave assim). Com Keno em seu lugar, o time mostrou que não daria muitas oportunidades ao adversário treinado pelo ex-atacante Guilherme.

Aos 23 minutos, após algumas tentativas, Keno inicia uma boa jogada, Dudu acha Willian na cara do gol e o ex-cruzeirense marca seu primeiro gol com a camisa alviverde. Logo a seguir, Michel Bastos cabeceia, para boa defesa de Vitor. E aos 26 minutos, o inevitável segundo gol, com Willian deixando Raphael Veiga na cara do gol e o meia não perdoando o goleiro adversário.

O placar poderia ter sido ampliado ainda na etapa inicial, pois o volume de jogo do Verdão continuou forte. Raphael Veiga aos 35, Vitor Hugo aos 43 e Keno aos 44 minutos quase se incumbiram disso, mas não conseguiram. O Linense abusava das faltas, sem ser devidamente punido por Luis Flávio de Oliveira.

Não foram precisos nem dez minutinhos no segundo tempo para o Verdão marcar o terceiro. Aos 8 minutos, para ser mais preciso, Dudu cobra falta, o jogador adversário desvia e Michel Bastos, de cabeça, também inaugura o seu currículo no Alviverde Imponente.

A partir daí, o que se viu foi o Palmeiras pressionando e criando novas chances, sem correria desenfreada, enquanto o time da casa só criou uma grande oportunidade, aos 32 minutos, quando Fernando Prass, em chute forte de Thiago Humberto, e logo a seguir Vitor Hugo, em finalização de Thiago Santos (o da Linense), salvaram a pátria.

Aos 36 minutos, Lucas Barrios, que havia entrado na vaga de Willian, fez uma envolvente tabela com Dudu e guardou o seu, para alegria do time todo, que foi festejar com ele. No fim das contas, uma performance promissora, especialmente em termos coletivos.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass7,5– Pouco exigido, mas fez uma defesa belíssima.

Jean7,0– Sóbrio e eficiente

Yerry Mina8,0– Como joga esse colombiano. Brilhante!

Vitor Hugo7,5– Outra participação impecável do nosso zagueiro.

Egídio7,0– Um belo retorno, após muito tempo sem jogar.

Felipe Melo7,5– Seriedade, garra e muita determinação. Saiu aos 23 minutos do segundo tempo substituído por Thiago Santos-6,0, que entrou com o jogo ganho e soube fazer bem o seu papel.

Moiséssem nota– Ficou apenas 12 minutos em campo, sendo substituído por Keno7,0-que jogou uma partida absolutamente alucinante, com direito a muita correria, lances de habilidade e boas tabelas com os colegas de time.

Michel Bastos7,5– Acabou assumindo a função de Moisés e desempenhou muito bem nessa vaga, com direito a boas assistências e a um gol de puro oportunismo.

Raphael Veiga7,5– Boa partida da jovem promessa vinda do Coritiba.

Dudu9,0– Hoje foi um garçom absurdamente bom, abusando de belíssimas assistências e de muita técnica.

Willian7,0– Sua melhor partida no Verdão, com direito a um gol e muita movimentação. Saiu aos 16 minutos do segundo tempo substituído por Lucas Barrios-7,0, que entrou com o jogo ganhou mas se mostrou muito útil, com direito a gol no qual fez bela tabela com Dudu.