Palmeiras goleia CSA no Pacaembu e faz bela partida

O Palmeiras não vencia um adversário em campeonatos brasileiros marcando seis gols desde 2005. Isso dá bem a medida da qualidade do resultado da vitória que a equipe alviverde teve contra o CSA, perante 21.537 pessoas no estádio do Pacaembu na noite desta quinta-feira (26). O placar de 6 a 2 retratou a enorme superioridade de Dudu e seus colegas contra o esforçado time treinado por Argel Fuchs.

A potência do jogo alviverde deu frutos logo aos 5 minutos, quando Alecsandro (aquele) escorregou na altura do meio-campo, Bruno Henrique tomou a bola e lançou para Dudu, que cruzou para finalização perfeita de Luiz Adriano.  Aos 10 minutos, foi a vez de Willian, em toque preciso, vencer o goleiro Jordi, após um passe impecável de Bruno Henrique típico de vôlei de praia.

O esforçado time alagoano até tentou reagir, e Jonathan Gomez obrigou Weverton a fazer uma boa defesa, aos 24 minutos. Mas pouco depois, aos 28 minutos, após 1m45 de troca de bola, o Verdão marcou pela terceira vez, desta vez com Bruno Henrique sendo o artilheiro.

Jonathan Gomez chutou com ainda mais precisão aos 30 minutos, exigindo que Weverton fizesse a sua melhor e mais difícil defesa na partida. O Verdão continuou martelando, e aos 46 minutos chegou ao quarto gol. Em cobrança de escanteio, a bola foi para Felipe Melo, que, de cabeça, deu belo passe para o zagueiro Gustavo Gómez cabecear sem chances para o goleiro Jordi.

Com essa grande vantagem, o Palmeiras voltou administrando o marcador, e aos 6 minutos, Apodi acertou um chute inacreditável e diminuiu o marcador.  Gustavo Scarpa assustou Jordi aos 7 e aos 20 minutos, mas o goleiro do time alagoano conseguiu salvar a sua pátria.

Com duas alterações, o Palmeiras engatou novamente uma terceira, e foi premiado aos 29 minutos, com Luiz Adriano marcando o quinto gol alviverde ao finalizar de forma acrobática um belo cruzamento de Lucas Lima, que entrou com muita vontade. 

Após ver Ricardo Bueno (sim, aquele mesmo) perder um gol feito aos 35 minutos, o Verdão conseguiu o seu sexto gol, em jogada que teve início em lançamento perfeito de Lucas Lima para Dudu, que deu uma assistência perfeita para Bruno Henrique marcar o seu segundo gol na partida e o sétimo no Brasileirão 2019.

O CSA ainda encontrou forças para fazer o seu segundo gol, com Ricardo Bueno aproveitando um desvio de bola de Gustavo Gómez que tirou seu impedimento e marcando de cabeça. Luiz Adriano teve duas chances de marcar o sétimo tento alviverde, mas finalizou para fora aos 46 e 48 minutos.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Weverton-7,0- Não teve culpa nos gols que tomou e fez pelo menos duas boas defesas.

Jean- 6,0- Discreto, teve um desempenho de regular para bom, mesmo há muito sem jogar uma partida inteira.

Gustavo Gómez- 7,0- Marcou um gol e foi estável, embora tenha falhado no segundo gol do CSA.

Vitor Hugo- 7,0- Partida impecável.

Diogo Barbosa- 6,0- Não brilhou, mas mostrou sua utilidade.

Felipe Melo- 7,5- Partida das melhores em termos ofensivos e, principalmente, defensivos. Saiu aos 35 minutos do segundo tempo para a entrada de Matheus Fernandes-5,0, que não teve muito tempo para jogar.

Bruno Henrique- 8,5- Sua melhor partida no ano, com direito a dois gols e uma bela assistência para gol.

Gustavo Scarpa- 7,0- Foi bem no primeiro tempo, mas deu uma caída depois. Saiu aos 22 minutos do segundo tempo, dando sua vaga para Lucas Lima-7,0, que entrou com vontade, deu belos lançamentos e participou dos dois últimos gols na partida do alviverde.

Dudu- 8,0- Infernizou a defesa adversária, deu assistências para gols, interagiu com os colegas e mostrou a enorme qualidade de seu futebol.

Willian- 7,5- Marcou um belo gol e fez uma partida muito eficiente. Saiu aos 27 minutos do segundo tempo para a entrada de Hyoran-5,0, que passou meio batido.

Luiz Adriano- 8,0- Dois gols de artilheiro, muita participação durante a partida e a prova de que foi provavelmente a melhor contratação do Palmeiras em 2019. Ainda irá nos dar muitas alegrias.