Palmeiras goleia Avaí em noite de Valdívia

Valdívia vinha jogando muito bem nas últimas partidas do Palmeiras. Só faltava fazer gols. Não falta mais. Ele foi responsável por dois dos quatro tentos feitos pelo Alviverde Imponente contra a equipe do Avaí, que só fez um, na noite chuvosa desta quinta-feira (7) no Pacaembu.

No início, o torcedor até teve razões para se preocupar, pois o time catarinense enfiou uma bola em nossa trave com Robinho, além de perder gol feito na seqüência. Mas o Mago estava com fome de gol.

Aos 11 minutos, Marcos Assunção cruzou bola na área, com Valdívia desviando de cabeça. Apesar da vantagem, o time treinado por Luiz Felipe Scolari, que graças a efeito suspensivo teve a oportunidade de atuar no campo, dava espaços ao adversário.

Aos 36 minutos, após cobrança de escanteio, a defesa vacila e Edinho, tentando impedir ação do jogador Roberto, colocou a bola contra as próprias redes. Um a um, placar da etapa inicial.
No segundo tempo, nem deu tempo para qualquer sofrimento. Aos 4 minutos, Valdívia resolveu experimentar de fora da área e mandou um canudo, desempatando mais uma vez a partida.

Aos 7 minutos, Patrik entrou no lugar do contundido Vitor, e logo em seguida o juiz marca pênalti em cima de Rivaldo. Kleber cobra mal e Zé Carlos defende.

Só que, ao invés de soltar a bola e deixar o jogo continuar, o goleiro do Avaí preferiu tirar sarro de Kleber e agredi-lo.

O árbitro viu e não só deu um novo penal como também expulsou o mané. E aos 13 minutos, Kleber desta vez bateu bem e fez o terceiro para o Verdão.

Aos 19 minutos, Lincoln entrou no lugar de Rivaldo e ajudou o time a ganhar um toque de bola mais refinado.

Aos 24 minutos, o garoto Gabriel Silva acertou um chute maravilhoso de fora da área e ampliou o marcador para 4 a 1.

Até o final, o Palmeiras soube tocar a bola e criar várias boas jogadas. Por sua vez, Deola, que fez mais uma ótima partida, soube impedir as poucas oportunidades da equipe do Avaí.

Pena que, por causa da chuva e do congestionamento em São Paulo, apenas 6.837 torcedores estavam presentes para ver essa bela goleada, que vingou o resultado do primeiro turno, quando os catarinenses nos venceram por 4 a 2.