Palmeiras fica no empate contra o Joinville

Para quem tem grandes ambições no Brasileirão 2015, o Palmeiras não está iniciando o campeonato de forma muito animadora. Em jogo sonolento e sem grandes chances de gol, o Verdão não passou de um empate por 0 a 0 contra o Joinville na noite deste domingo (17) na casa do adversário.

Cumprindo punição por incidentes ocorridos durante o Brasileirão da Série B de 2014, o Joinville teve de mandar a partida de hoje com os portões fechados. Isso se refletiu no clima da partida, que desde o apito do árbitro mais parecia um treino daqueles realizados nos CTs da vida morno e sem emoção.

O Palmeiras teve grande posse de bola, mas basicamente tocava a bola de um lado para o outro sem conseguir penetrar na defesa do time da casa, que, por sua vez, investia em marcação forte e na tentativa de contra-ataques pilotados pelo veterano Marcelinho Paraíba, completando 40 anos.

Resultado: não tivemos um único lance de perigo durante os 45 minutos iniciais da partida, com direito a dois ou três chutes de longa distância e que nem chegaram perto dos goleiros e um cruzamento aos 30 minutos no qual Fernando Prass soltou a bola, mas rapidamente se recuperou. E mais nada.

Valdivia voltou do intervalo no lugar de Egídio, e teve boa oportunidade aos 8 minutos em cruzamento de Dudu e ajeitada de Rafael Marques. Mas o “chileno” finalizou mal. Enquanto isso, o Joinville parecia mais esperto, e teve boas chances com Kempes e Marcelinho Carioca, que não souberam aproveitar.

Com Zé Roberto tomando sufoco na lateral esquerda e não contando com cobertura, o time da casa poderia ter infernizado mais a vida alviverde, mas foi barrado por sua falta de qualidade técnica. Por sua vez, o Verdão foi criar uma boa chance apenas aos 46 minutos, em bom cruzamento de Ayrton que Leandro Pereira finalizou para fora. E foi só.

As Notas dos Jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass-6,0– Não trabalhou.

Lucas5,5– Fez bom primeiro tempo mas caiu muito no segundo por razões físicas. Saiu aos 33 minutos substituído por Ayrton-6,0-, que deu um jeito no problema e ainda deu uma bela assistência para Leandro Pereira.

Victor Ramos6,0– Boa partida, sem dar chances aos adversários.

Vitor Hugo7,0– Cortou todas pelo alto e não deu moleza para os atacantes adversários no seu setor.

Egídio6,0– Estava crescendo na partida, mas acabou substituído no intervalo por Valdivia-5,0, que errou inúmeros passes e finalizou mal em duas oportunidades que teve.

Gabriel5,5– Esforçado e lutador como sempre.

Robinho5,0– Suou a camisa, mas tecnicamente abaixo do que pode render.

Zé Roberto6,0– Bem no meio-campo, mas uma avenida na lateral-esquerda.

Rafael Marques4,0– Muito mal. Saiu aos 29 minutos substituído por Kelvin-5,5-, que entrou com pique mas logo caiu na pasmaceira geral.

Dudu5,5– Esforçado, não se deu bem com um time tão lento como o que o Palmeiras foi hoje.

Leandro Pereira5,0– Recebeu uma única bola boa no jogo todo, e a mandou para fora, aos 46 minutos do segundo tempo.