Palmeiras faz hoje a sua primeira final no Allianz Parque

“O Palmeiras é grande. O Palmeiras é grande”. A importância daquelas palavras proferidas pelo Zé Roberto antes de uma das primeiras partidas deste “novo” Palmeiras.

Depois de quase ser rebaixado no ano passado, sofrer nas mãos de palhaços travestidos de dirigentes e passar pela segunda vez na Série B, essas palavras eram necessárias.

Para nós, torcedores, o Palmeiras nunca deixou de ser ser grande. No entanto, aqueles atletas que estavam chegando precisavam ser lembrados da importância desta camisa e que aquele era o momento da virada.

Uma vitória hoje (e a conquista de título paulista) serão a prova viva que o trabalho que está sendo feito pela nova diretoria de futebol e comissão técnica está no caminho certo.

Um bom elenco foi um montado e o time já funciona dentro de campo como um time. A principal dúvida para hoje é a presença de Valdívia entre os 11. O meia treinou ontem, mas ninguém sabe se ele está recuperado de um edema no joelho esquerdo.

Se ele não for pro jogo, Cleiton Xavier deve ser o seu substituto.

Na lateral-direita, Lucas também dúvida. O volante Gabriel pode ser improvisado na posição, caso ele não seja relacionado. No ataque, Gabriel Jesus pode começar pela primeira vez entre os titulares ou o argentino Cristaldo pode voltar ao time.

Tudo depende de Oswaldo de Oliveira. Será que ele vai com um time bem ofensivo para tentar “definir” tudo no Allianz Parque, ou não? Acho que não, mas uma vitória hoje é essencial para a conquista do título.

O provável time é o seguinte: Fernando Prass, Gabriel (Lucas), Victor Ramos, Vitor Hugo (Jackson) e Zé Roberto; Arouca e Robinho; Dudu, Cleiton Xavier e Rafael Marques; Leandro Pereira (Gabriel Jesus).

E o melhor pós-jogo de Palmeiras x Santos você acompanha aqui no Clube Mondo Verde.

Abraço a todos!