Palmeiras encara Vitória para se firmar no G 3

O Palmeiras entra em campo hoje às 20h30 no estádio Palestra Itália com a missão de se firmar de vez não mais no G 4, mas no G 3 do Brasileirão 2008. A equipe irá a campo, provavelmente, com Marcos, Elder Granja, Jeci, Gladstone e Leandro; Sandro Silva, Jumar, Diego Souza e Evandro; Valdívia e Alex Mineiro. Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Kleber fica de fora, e Luxemburgo preferiu avançar Valdívia e dar chance ao promissor Evandro. Já recuperados, Pierre e Gustavo devem ficar na reserva, assim como Leo Lima. Teremos, portanto, um banco digno de time que deseja ser campeão.

Se vencer, o Verdão colocará quatro pontos de distância em relação ao detestável time do Jardim Leonor, que, como bom freguês, apanhou de novo do Fluminense na noite de ontem, e mais uma vez por 3 a 1. Dá-lhe, Washington! E o Flajuto tomou uma surra do Goiás, e deixa no ar a pergunta que não quer calar: quando Cai o Júnior? Como o Vitória também é adversário pelas primeiras posições, com seus 29 pontos, a partida de hoje é mais uma daquelas de seis pontos. Argumentos finais para a importância do embate (como diriam os antigos cronistas esportivos) de hoje: o Grêmio ganhou ontem, jogamos em casa, e a maioria dos palestrinos tem o time baiano na garanta, por razões óbvias.

****** 

Tudo bem, isso aqui é post de apresentação de jogo, mas não poderia deixar de comentar o que a “Falha de S.Paulo” fez em sua edição de hoje. No que deveria ser a matéria de abre sobre Palmeiras x Vitória, temos mais uma daquelas pérolas do sensacionalismo barato. Título: “Palmeiras Amarga Dívida de 76 milhões”. Esses dados teriam sido fornecidos para o pasquim, digo, jornal sério, pela oposição do Palmeiras.

Esses números foram totalmente rechaçados por Luiz Gonzaga Belluzzo, que deu a seguinte resposta: “um clube com uma dívida dessas estaria quebrado”, e completou: “a médio, prazo, a situação é tranqüila”. Que me perdoe a tal “oposição” (do ou ao Palmeiras?), mas prefiro conferir no Belluzzo. O que você acha disso, palmeirense amigo? Eu fico com nojo dessa “imprensinha”!