Palmeiras empata com o Vasco em Volta Redonda

O Palmeiras parecia garantir neste domingo (13) uma boa vitória fora de casa, no início do segundo turno do Brasileirão 2017. No entanto, um gol sofrido a 42 minutos do segundo tempo em cobrança de escanteio liquidou essa possibilidade. Empate de 1 a 1 com o Vasco em Volta Redonda foi o que nos sobrou, no fim das contas, em uma partida de baixa qualidade técnica.

Bastante desfalcado, o Palmeiras começou a partida como seria de se esperar, ou seja, tentando se encontrar em campo, com mais uma das inúmeras escalações diferentes ocorridas durante esta temporada. Por sua vez, o Vasco também apostou em muita marcação e no entusiasmo do veterano Luis Fabiano, que voltou ao time após algumas boas rodadas de fora.

Logo a 4 minutos, Róger Guedes recebe um passe importante, mas não domina bem a bola e o goleiro defende. Aos 10 minutos, Luis Fabiano recebe um bom passe e chuta forte, mas a bola felizmente vai para fora. Aos 19 minutos, Bruno Henrique arrisca um chute de média distância, com um certo perigo.

Aos 35 minutos, a grande oportunidade alviverde na etapa inicial. Guerra acerta um belo lançamento para Róger Guedes, que no entanto chuta fraquinho, nas mãos do goleiro vascaíno. Por sua vez, o Vasco também tem ótima oportunidade, aos 44 minutos, mas Paulinho vacila e finaliza muito mal.

Com Keno no lugar de Bruno Henrique, o Palmeiras voltou com uma formação mais ofensiva, mas quem atacou mais inicialmente foi o time da casa, com oportunidades medianas aos 7 e aos 22 minutos. Aos 27 minutos, Luan salvou de cabeça o que poderia ter sido o primeiro gol do Vasco, em toque de Nenê.

Aos 31 minutos, quando havia melhorado um pouco o toque de bola, o Palmeiras abriu o marcador, com Guerra finalizando bem um ótimo cruzamento de Jean. Quando o jogo parecia caminhar para uma vitória alviverde, a defesa vacilou em cobrança de escanteio e Manga Escobar empatou, aos 42 minutos, em mais uma ducha de água fria sobre a cabeça da torcida alviverde.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass6,0– Não foi muito exigido, e na jogada do gol vascaína vacilou junto com o resto da defesa.

Jean6,5– Partida regular, com direito a uma belíssima assistência para o gol de Guerra.

Edu Dracena6,0– Muito esforçado.

Luan6,5– Salvou um gol certo e desarmou diversas jogadas importantes.

Michel Bastos4,5– Previsível na criação e deixando a desejar na marcação.

Thiago Santos6,0– O básico de sempre

Tchê Tchê5,0– Apagado, mais uma vez. Saiu aos 46 minutos do segundo tempo substituído por Borja-sem nota.

Bruno Henrique5,0– Discreto. Saiu no intervalo substituído por Keno-5,5, que também não brilhou.

Guerra7,0– Se não foi brilhante, ao menos fez o gol do seu time e deu umas duas enfiadas de bola brilhantes. Saiu aos 35 minutos substituído por Zé Roberto- sem nota.

Róger Guedes5,5– Muito esforçado, mas perdeu dois gols feitos no primeiro tempo;

Deyverson3,0– Não foi visto em campo, deveria ter saído.