Palmeiras empata com o Grêmio e sai da Copa do Brasil

Uma expulsão definiu o resultado de Palmeiras e Grêmio na noite desta quarta-feira (19) na Allianz Parque. Ao ficar com um a menos aos 19 minutos do segundo tempo, o time alviverde vencia por 1 a 0, mas não conseguiu segurar a vantagem e permitiu o empate ao adversário gaúcho, que se classificou para as semifinais da Copa do Brasil, para enfrentar o Cruzeiro. Vida que segue

Enfrentando um adversário bastante fechado em seu campo defensivo, o Palmeiras tentou abrir espaços de todas as formas. Aos 12 minutos, em bela cobrança de falta de Egídio, Lucas Barrios cabeceou e a bola atingiu a trave gremista. Gabriel arriscou um chute aos 19 minutos, mas não se deu bem.

Pressionando bastante, o Verdão levou perigo de novo aos 23 minutos, quando Egídio cruzou com precisão, Allione chutou e a zaga adversária conseguiu rebater a bola. Logo a seguir, aos 24 minutos, o Grêmio chegou com muito perigo em contra-ataque, mas Pedro Rocha, cara a cara, arrematou para fora.

Aos 26 minutos, mais um bate-rebate na área gaúcha, com Allione e Lucas Barrios chutando forte, mas não conseguindo superar os zagueiros gremistas. Daí, até o final do primeiro tempo, as chances simplesmente sumiram de cena, embora o Verdão continuasse com posse de bola e na base da pressão.

O Palmeiras começou muito mal a etapa final, com Jailson fazendo três belas defesas aos 38 segundos, 2 e 3 minutos. Curiosamente, em seu primeiro ataque no segundo tempo, o Verdão abre o marcador. Após cobrança de escanteio, Thiago Santos cabeceia para Thiago Martins, que de cabeça faz o gol.

A partida parecia tomar outro rumo, com Thiago Santos cabeceando aos 10 minutos para defesa do goleiro gremista. Aos 12 minutos, Wallace exige outra boa defesa de Jailson, enquanto Fabiano fez bom cruzamento, que Bruno Grassi defendeu com bastante segurança.

Aí, o lance decisivo. Allione, em um carrinho violento e desnecessário, quase na intermediária, tomou o cartão vermelho e deixou sua equipe com um a menos. A partir daí, o jogo ficou nas mãos do Grêmio, que quase marca aos 22 minutos em chute de Ramiro. Aos 27 minutos, mais uma vez Jailson sai bem do gol e salva uma boa oportunidade do time adversário.

Aos 30 minutos, no entanto, não teve jeito. Douglas deu bom passe para Everton, que se livrou da zaga alviverde e chutou forte, no cantinho, sem chances para Jailson. A partir dali, o que se viu foi o Palmeiras lutando muito, mas sem muita eficiência, e o Grêmio perdendo chances claras para matar o jogo, que no fim das contas acabou mesmo no empate por 1 a 1

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Jailson8,0– Uma performance realmente incrível, especialmente no segundo tempo, quando salvou pelo menos uns três gols certos.

Fabiano6,0– Muito esforçado, até que não vinha mal, mas se contundiu e saiu aos 19 minutos, dando sua vaga para Jean-5,5, que não entrou muito inspirado e não conseguiu impedir a jogada de Everton no gol gremista.

Edu Dracena7,0– Matou pelo menos uns três contra-ataques perigosos do Grêmio e esbanjou energia.

Thiago Martins7,0– Fez o gol e esbanjou garra.

Egídio6,5– Bem no lado ofensivo, com pelo menos duas boas assistências não aproveitadas por seus colegas de time.

Thiago Santos5,5– Muita disposição, mas muitos passes errados, também.

Gabriel5,0– Ainda não recuperou a confiança. Precisa de ritmo de jogo, o que só virá mesmo com o tempo.

Cleiton Xavier4,0– Muito apagado Saiu aos 21 minutos do segundo tempo substituído por Erik-4,5, que até correu, mas não produziu nada de efetivo.

Allione2,0– Indolente como de praxe, perdeu dois gols feitos no primeiro tempo e foi expulso de forma infantil, prejudicando e muito a sua equipe. Pelo visto, está na hora extra como jogador do Verdão…

Gabriel Jesus5,5– Muito aplicado em termos táticos, mas extremamente abaixo do habitual em termos técnicos.

Lucas Barrios4,5– Totalmente fora de jogo, participou de poucas jogadas. Saiu aos 25 minutos do segundo tempo substituído por Zé Roberto-5,5, que lutou muito mas também não conseguiu grande coisa na partida.