Palmeiras empata com o Flamengo na Ilha do Urubu

Em partida repleta de alternativas, com direito até a pênalti defendido por Jailson, o Palmeiras empatou com o Flamengo pelo placar de 2 a 2 no rebatizado Ninho do Urubu, no Rio de Janeiro, na noite desta quarta-feira (19). O resultado manteve o Verdão na parte de cima na classificação do Brasileirão.

O jogo começou equilibrado, com o Flamengo tendo uma boa chance aos 2 minutos em cabeçada para fora de Rafael Vaz e uma cobrança de falta de Michel Bastos aos 4 minutos que Thiago defendeu. No entanto, aos 7 minutos o time da casa abriu o marcador, com Pará finalizando uma bela jogada ofensiva na qual a defesa alviverde bateu cabeça.

A partir daí, o Verdão tomou um verdadeiro passeio. Aos 13 e 14 minutos, Jailson fez duas belas defesas, salvando a pátria alviverde. Aos 22 minutos, Mina cabeceia contra a sua própria meta e o nosso goleiro felizmente conseguiu desviar a bola para escanteio. O sufoco era demasiado.

Aí, quando o Flamengo dava uma pequena reduzida em seu ritmo, o futebol mostrou sua imprevisibilidade mais uma vez. Zé Roberto fez um belíssimo lançamento para Willian, que, livre, marcou o gol de empate, aos 31 minutos. O adversário claramente sentiu o golpe, e o jogo ficou em aberto.

Aos 42 minutos, foi a vez de Mina lançar de forma perfeita Róger Guedes, que soube avançar e tocar na saída de Thiago. Era a inesperada virada. Mas nem deu para comemorar. Aos 43 minutos, Guerreiro soube vencer a marcação de Luan e empatou a partida, finalizando um primeiro tempo surpreendente.

Com Thiago Santos na vaga de Bruno Henrique, o Palmeiras voltou um pouco mais compacto para a etapa final. Aos 10 minutos, Borja acertou um chute forte, com Thiago desviando para escanteio. Aos 11 minutos, o zagueiro Luan quase marca de cabeça, após cobrança de escanteio, mas o goleiro flamenguista defendeu.

Aos 26 minutos, quando as defesas pareciam prevalecer sobre os ataques, Michel Bastos derruba Geuvânio na área. Pênalti, que aos 28 minutos Diego cobra para bela defesa de Jailson. O Palmeiras ainda teria boa oportunidade para marcar o gol da vitória ao 45 minutos, com Borja chutando para boa defesa de Thiago.

A nota negativa ficou por conta de o juiz ter dado nove cartões amarelos para jogadores do Verdão. Dessa forma, ficarão fora da partida contra o Sport no próximo domingo (23) em Recife Dudu, Borja, Tchê Tchê e Michel Bastos. Cuca terá de rever o elenco que levou para esse período fora de São Paulo…

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Jailson8,0– Não teve culpa nos gols e ainda pegou um pênalti cobrado pelo especialista Diego. Belo retorno.

Mayke6,0– Esforçado durante todo o jogo.

Yerry Mina6,5– Boa partida, com alguns baixos e diversos altos, além de muita garra.

Luan5,5– Falhou feio no segundo gol flamenguista, e ainda não se entrosou devidamente com Mina.

Michel Bastos4,0– Partida bastante irregular, com direito ao pênalti que poderia ter resultado em derrota alviverde. Saiu aos 29 minutos do segundo tempo substituído por Keno-5,0, que se esforço e conseguiu alguma coisa.

Zé Roberto7,0– Bem no meio-campo, deu o belo lançamento para o gol de Willian, e não fez feio quando foi para a lateral-esquerda na vaga de Michel Bastos.

Bruno Henrique3,5– Perdidão e ainda tomou um cartão amarelo bobo. Saiu no intervalo substituído por Thiago Santos-6,0, que mostrou mais regularidade.

Tchê Tchê5,0– Foi bastante esforçado, mas tecnicamente muito fraco.

Dudu6,0– Buscou o jogo e lutou muito, mas tecnicamente abaixo da partida contra o Vitória.

Róger Guedes8,0– Uma bela partida, com direito a gol, muita movimentação e ajuda na marcação.

Willian7,0– Fez um belo gol em contra-ataque perfeito, mas saiu contundido aos 44 minutos do primeiro tempo, substituído por Borja5,5, que foi melhor do que em partidas anteriores mas tomou um cartão amarelo bobo e está fora da próxima partida.