Palmeiras empata com o Botafogo em pleno carnaval

Em Ribeirão Preto, depois de viajar de Teresina para São Paulo, o Palmeiras encarou o calor e o bom (para os padrões do Paulistão/2010)  Botafogo , neste sábado de carnaval, e ficou no empate em 1 a 1.

O time começou meio lento, mas dominou o adversário desde o primeiro minuto, com algumas boas jogadas de CX10 pelo meio, e com o (improvisado) lateral direito Wendel descendo com muita liberdade. A primeira boa chance surgiu aos 18 minutos quando o CX10 pegou um rebote, mas com o gol livre, chutou para fora.

O time continuou pressionando, mas num contragolpe o time da casa quase fez o primeiro, num chute de Malaquias de fora da área, que parou numa grande defesa do Marcos. No finalzinho do primeiro tempo a bola quase entrou, aos 42 minutos, quando CX10 bateu uma falta e Léo mandou no travessão.

Na segunda etapa, o time sentiu o cansaço, e voltou em marcha lenta. O Botafogo começou dominando todos os setores do campo, e o gol não tardou a chegar. Logo aos 4 minutos, Armero disputou uma bola dentro da área com William, a bola sobrou para Malaquias cruzar e o próprio William abrir o placar.

Desespero total. Para agitar e tentar alguma coisa diferente Muricy sacou o cansado Márcio Araújo e colocou Lenny. E deu certo. O jovem atacante trouxe mais velocidade para o ataque, e o Palmeiras voltou a incomodar a defesa adversária até que aos 28 minutos aproveitando um belo cruzamento de CX10, o zagueiro Léo subiu sozinho para cabecear e empatar a partida.

Dava pra virar? Dava. Aos 35 minutos, falta na entrada da área. Diego Souza bateu, e carimbou novamente o travessão. Tivemos algumas outras chances em escanteios (que CX10 insiste em bater no primeiro pau, e no peito dos zagueiros adversários), mas ficamos no empate.

Não gostei do futebol apresentado, assim como não gostei do outro jogo do Paulistão que acompanhei hoje in loco. Agora é esperar que a nossa diretoria pulsilânime traga os reforços necessários, e que o Muricy dê uma cara para esse time. Até agora não temos nenhuma.

O destaque positivo fica para o mega-ultra-criticado Wendel, que saiu machucado, mas fez outra boa partida e segundo o Muricy é titular absoluto do time, seja como lateral esquerdo ou direito.

uol_logoClique aqui para ouvir a Rádio Mondo Palmeiras – Edição 166.