Palmeiras é prejudicado, e perde nos pênaltis

Depois de empatar por 1 a 1, o Palmeiras foi derrotado nos pênaltis e ficou de fora da final do Paulistão.

A partida já começou sob suspeita por conta da escolha de PC Oliveira para apitar o jogo. Tava na cara que ele ia aprontar, e não deu outra. Logo no começo, aos 23 min, ele tratou de expulsar o Danilo, após uma não marcar uma falta clara em cima do Kleber.

Isso já abalou demais a equipe, que depois ainda perdeu o Valdívia, que saiu contundido. Leandro Amaro entrou em seu lugar.

Se não bastasse isso, PC Oliveira expulsou Felipão que discutia com o Tite. Só Felipão, Tite continuou em campo. Mas mesmo assim, o Palmeiras era melhor em campo, e dominava a partida.

Para complicar ainda mais, Cicinho sentiu a coxa e pediu para sair, e fui substituído. E mesmo assim o Palmeiras continuava dominando todas as ações.

Na segunda etapa, a pressão palmeirense começou forte e logo aos 7 minutos, após cobrança de escanteio bem fechada de Marcos Assunção, Leandro Amaro marcou de cabeça.

Dava pra vencer? Claro que dava, mas aos 19 minutos, depois de cobrança de escanteio, Willian marcou de cabeça. Leandro Amaro ainda tirou de dentro do gol, mas o assistente Alex Alexandrino marcou.

Apenas com Kleber lá na frente, e com Luan perdendo chances, não conseguimos muita coisa, apesar de jogar bem.

Depois, nos pênaltis, perdemos por 6 a 5.

E ainda tinha gente (até mesmo palmeirense) que achava que a arbitragem não poderia prejudicar o time…