Palmeiras domina o jogo e perde assim mesmo

placar1.jpgDesfalcado, o Palmeiras recebeu o Noroeste no Palestra Itália disposto a conquistar a vaga no G-4 do Paulistão. No entanto, sem Willian, Florentín e Alemão (lesionados), além da ausência do volante Pierre (suspenso), o time esbarrou na forte marcação adversária durante todo o primeiro tempo. Impedido de criar, ora bem marcado, ora caçado em campo, Valdívia não achou espaço para repetir a atuação de gala contra o Corinthians. E Marcos foi o responsável pelo 0x0 mantido até os 34 minutos iniciais.

Já com Marcelo Costa no lugar de Francis, Vandinho avançou pela direita para cruzar rasteiro da linha de fundo. Leandrinho deixou a bola passar, mas o zagueiro David, de frente para o gol, na tentativa de rebater, desviou para a própria rede. O gol contra abriu o placar de 0x1, mantido até o intervalo. O Palmeiras voltou com Michael na vaga de Martinez e ganhou força no ataque. Aos 10, Edmundo, num cruzamento de Leandro, cabeceou livre à direita de Fabiano. Um minuto depois, o Camisa 7 cruzou para o belo chute de David, salvo pela zaga em cima da linha.

O domínio alviverde deu seqüência a inúmeros lances de perigo. Encurralado, o Noroeste contava com as fantásticas defesas de Fabiano e com as inacreditáveis falhas de conclusão do ataque palmeirense. Até que aos 25, Valdívia recebeu de Leandro, livrou-se da marcação, invadiu a área e foi derrubado. Na cobrança do pênalti, com um chute rasteiro, Edmundo garantiu o empate. Aos 27, Otacílio Neto aproveitou a sobra depois de uma briga de Eder com a zaga do Verdão, e impediu a virada. Uma ducha de água fria na potencial reação. Atônita, a Torcida Palmeirista resistiu ao 1×2 adverso, e o elenco saiu do gramado sob aplausos.