Palmeiras detona Santos e retorna ao G 4

 

Bastou apenas um tempo para que o desfalcado Palmeiras impusesse ao Santos um resultado contundente que o time praiano não conseguiu reverter. O placar de 4 a 2 para o Verdão refletiu de que lado esteve a eficiência nos arremates, e também os desacertos de ambas as defesas. Leandro pode ser considerado o nome do jogo, pois não só deu belo passe para um dos gols como ainda fez dois, algo provavelmente inédito em sua carreira. Com a quase goleada, voltamos ao G 4, reassumindo a quarta posição na tabela.

Sem dez jogadores, Luxemburgo resolveu apostar em uma formação diferente para enfrentar o time de Cuca Faixa. A maior surpresa ficou por conta da utilização de três zagueiros, com Maurício se unindo a Jeci e Gladstone, empurrando Valdívia para o ataque ao lado de Alex Mineiro. Em poucos minutos, ficou claro o desenho tático do jogo: o Palmeiras vindo para cima, e o Santos na defesa.

Ironicamente, quando isso começou a se alterar, o Verdão abriu o marcador, em contra-ataque rápido no qual Alex Mineiro cruzou com precisão para tranqüila finalização de Leandro, aos 12 minutos. O Santos nem havia respirado quando, dois minutos depois, lançamento milimétrico de Diego Souza encontrou Alex Mineiro livre, com o artilheiro do campeonato fazendo seu nono gol na competição. Esbanjando inspiração, Leandro cobrou falta pela direita do ataque verde e encontrou o goleiro Felipe adiantado: três a zero, aos 28 minutos.

Aí, duas vaciladas da nossa defensiva possibilitaram ao Santos diminuir perigosamente o placar. Primeiro, Kleber Pereira, aos 33 minutos, aproveitando cruzamento de Fabão. Quatro minutos se passaram quando Apodi acertou belo chute, indefensável. Parecia que a partida poderia se complicar, mas, novamente, a peneira praiana se abriu, com Gladstone fazendo o quarto gol, de cabeça, em novo cruzamento perfeito de Leandro.

Na etapa complementar, o que se viu foi o time do Santos com o domínio da posse de bola, mas totalmente incompetente em termos de criar chances de gol, e os comandados de Luxemburgo apenas tentando administrar o placar. A entrada de Maicosuel deu mais contundência ao ataque alviverde, com boas chances perdidas por Fabinho Capixaba, Diego Souza e Valdívia. Retrato do desespero santista, Cuca foi expulso aos 47 minutos de forma patética. Seria a certeza do desemprego batendo à sua porta?

*****

Ouça também o Torpedo Verde, o boletim diário da Rádio Mondo Palmeiras.