Palmeiras arranca empate contra o Inter no Beira Rio

Em partida bastante disputada na qual esteve melhor durante boa parte de sua duração, o Palmeiras acabou conseguindo um bom resultado ao empatar com o Inter pelo placar de 1 a 1 na noite desta quarta-feira (23) no estádio Beira Rio, em Porto Alegre, pela Copa do Brasil. Na partida de volta, bastará um empate sem gols para o Verdão chegar às semifinais do torneio.

O início da partida foi a mil por hora. Com apenas 3 minutos, o Inter já havia chegado três vezes, sendo a mais perigosa uma cabeçada de Nilton após cobrança de escanteio que foi para fora. O Verdão reagiu logo a seguir, com Gabriel Jesus desviando para fora após cobrança de falta e Dudu chutando nas mãos de Alisson, ambas as jogadas aos 6 minutos.

Vitinho acertou um belo arremate e exigiu boa defesa de Fernando Prass. Aos 16 minutos, foi a vez do sempre perigoso Alex mandar um bom chute cara a cara, com nosso goleiro mais uma vez se virando para evitar a abertura do marcador pelo time da casa. Cara a cara, Lucas Barrios é barrado por Alisson e não conseguiu fazer o gol, aos 26 minutos.

Aí, ainda aos 26 minutos, Dudu é derrubado na área por Ernando. O pênalti foi marcado e poderia ter colocado o Verdão à frente, mas Lucas Barrios bateu mal aos 28 minutos e Alisson conseguiu rebater. O lance vitorioso entusiasmou o Inter, e Nilton realiza boa jogada, mas chuta para fora aos 29 minutos.

Sem que o ritmo alucinante da partida se reduzisse, Vitinho cobrou bem uma falta aos 33 minutos e o goleiro alviverde teve de se virar para espalmar para escanteio. Após a cobrança, Rodrigo Dourado cabeceou para fora. Alex teve mais uma boa chance em chute de média distância aos 45 minutos, mas a bola foi para fora. O Palmeiras chegava, mas não criou nada nessa parte final.

Logo aos 5 minutos do segundo tempo, Valdivia perdeu gol feito, chutando para fora cara a cara após bom cruzamento de Vitinho. Aos 7 minutos, foi a vez de Lucas ficar diante do goleiro adversário, mas Alisson saiu muito bem e evitou o arremate do lateral direito alviverde.

Aí, o meia Alex mandou um belíssimo chute de fora da área e abriu o marcador aos 8 minutos. Parecia que, mais uma vez, o Verdão jogaria melhor contra o Colorado gaúcho mas não conseguiria um bom resultado. O time não se abateu, e aos 11 minutos Gabriel Jesus mandou uma bola na trave.

Aos 15 minutos, Lucas novamente exigiu boa defesa de Alisson. Tentando aumentar seu domínio de jogo, Marcelo Oliveira colocou em campo Rafael Marques e Cristaldo nas vagas de Arouca e Lucas Barrios. E não é que deu certo? Aos 28 minutos, Lucas cruzou com precisão e Rafael Marques cabeceou forte, empatando o jogo.

Logo a seguir, aos 31 minutos, Gabriel Jesus ficou frente a frente com o goleiro do Inter, mas caiu e não conseguiu finalizar. Vitinho aos 33 minutos chutou para fora em rara boa chance do Inter nesse momento de jogo, enquanto Amaral cabeceou para fora aos 34 minutos, para defesa de Alisson.

Na parte final do jogo, pressionado pela torcida, que demonstrava insatisfação, o Inter até tentou chegar no gol alviverde, mas nada produziu de mais efetivo, enquanto o Palmeiras errava sempre o último passe na hora de concretizar um contra-ataque que matasse o jogo a seu favor.

As notas dos jogadores do Palmeiras:

Fernando Prass6,5– A segurança habitual.

Lucas7,0– Bem na defesa e letal no apoio, com direto a uma assistência certeira para o gol de empate do Verdão.

Vitor Hugo7,5– Jogou sério e sem dar moleza para o ataque colorado.

Jackson6,0– Se não foi brilhante, ao menos não vacilou como em partidas anteriores.

Egídio5,5- Discreto, não comprometeu.

Arouca6,5– Raçudo e ativo o tempo todo. Saiu aos 25 minutos do segundo tempo substituído por Rafael Marques-7,0, que mais uma vez se mostrou seguro na hora difícil e fez um belo gol que nos valeu o empate. Tomara que fique para 2016!

Amaral5,5– Se não brilhou, ao menos não economizou suor, correndo muito e marcando bastante.

Robinho6,0– Muita disposição e dedicação, embora não tão brilhante em termos técnicos.

Dudu8,0– Voltou com muita fome de bola, indo pra cima dos adversários, ajudando na marcação e sendo o jogador mais perigoso do Palmeiras. Grande partida!

Gabriel Jesus6,5– Deu trabalho à defesa do time gaúcho e mandou uma bola na trave. Saiu aos 37 minutos do segundo tempo substituído por Allione-sem nota, que não teve tempo para muita coisa.

Lucas Barrios5,5– Não estava muito inspirado, perdendo um pênalti e também um gol feito. Saiu aos 25 minutos do segundo tempo substituído por Cristaldo-5,5, que não brilhou mas lutou muito e deu trabalho aos zagueiros adversários.