Palmeiras acaba 2011 com mais um empate

Por Fabian Chacur

O Palmeiras encerra a sua participação no Brasileirão 2011 com o resultado que se tornou sua sina na competição: um empate, desta vez contra o seu maior rival, o Corinthians.

O 0x0 ocorrido na tarde deste domingo (4) no estádio do Pacaembu se tornou a nossa 17ª igualdade na competição, quase a metade das partidas que disputamos.

No fim das contas, ficamos em 11º lugar no torneio, curiosamente com o mesmo número de pontos obtidos em 2010 no mesmo campeonato.

O clássico teve baixíssimo nível técnico, sendo que a equipe de Luis Felipe Scolari dominou toda a etapa inicial. Patrik teve duas boas chances de gol e Leandro Amaro uma, todas desperdiçadas, enquanto o rival só chegou realmente perto do gol alviverde aos 44 minutos, em grande chance desperdiçada.

Logo aos 2 minutos da etapa final, Valdívia, que tinha sido o jogador mais lúcido e o único criativo do Palmeiras até então, foi expulso de forma excessivamente rigorosa, permitindo ao time de Tite tomar o controle da partida, embora sem criar grandes oportunidades.

Ainda assim, o Palmeiras teve a melhor chance de abrir o marcador também nos 45 minutos finais. Aos 26 minutos, bola cabeceada por Fernandão encontrou a trave alvinegra, com Luan chutando a bola para fora. Dois minutos depois, Wallace levou o vermelho, por falta em Maikon Leite.

Lamente-se o fim da partida, quando o fraco Jorge Henrique quis dar uma de Valdívia em patética imitação do drible que consagrou o craque chileno. Graças a ele, o horrendo João Vitor (que atingiu o atacante alvinegro) levou o vermelho, junto com Leandro Castan, e um quebra-pau daqueles dominou o gramado do Pacaembu.