Ode ao Palestra-Palmeiras!

edicao14.gif

Acabou a ditadura! Acabaram as listas negras! Acabou a perseguição! Acabaram as humilhações, as segundonas, os asas de Arapiraca, os Sto Andrés, a gozação da imprensa, dos adversários, dos torcedores adversários! Ah, meu amado Palestra-Palmeiras, como estou feliz, pois sei que agora em tuas fileiras, não mais formarão jogadores medíocres como Alceu, Marcinho, Diego Souza, que um dia cometeu a heresia de empunhar a camisa dez que foi do Divino, e tantos outros medíocres que queres esquecer meu Palestra-Palmeiras!

Meu amado Palestra-Palmeiras, que às portas de teu centenário, és finalmente liberto da demagogia, da prisão a que te submetiam, dos grilhões que te machucavam os punhos cerrados, outrora tão vencedores, da época de trevas que vivestes por longos anos, mesmo contrario à tua vontade! Ah meu Palestra-Palmeiras, que teu manto verde e branco brilhe sob a luz do sol ou da lua, pelos estádios do Brasil e do mundo, mundo este que agora irás tomar em teus braços, e que o temerá a cada batalha, em cada campo que estiveres perfilado para jogar o prélio que te aguardas!

Ah meu Deus, obrigado por essa vitória conseguida, obrigado por iluminar o templo sagrado chamado Estádio Palestra Itália, obrigado por findar anos de sofrimento, para que se reinicie a trajetória vitoriosa do campeão do século XX, nosso Palestra-Palmeiras! Hoje sinto que os grandes heróis que vestiram teu manto sagrado em teus 92 anos de glórias e conquistas, se rejubilam ao som das trombetas que anunciam o alvorecer de uma nova era, onde tu retomarás o caminho para o qual foi talhado: O caminho das glórias e das vitórias!

Viva o grande Palestra-Palmeiras, teus súditos estão a teus pés venerando teu esplendor, tua beleza e tua glória! Avante Palestra-Palmeiras, que ressurja o alviverde imponente, no gramado onde a luta o aguarda! Bradarei aos quatro cantos do mundo, como eu te amo, meu Palestra-Palmeiras! Obrigado por você existir, e tornar minha vida mais feliz!