Por que perdemos o clássico…e o rumo?

Apesar de ter mais posse de bola, passar mais tempo no ataque e dominar as ações contra o Santos, o Palmeiras não conseguiu vencer o adversário neste sábado.

Mas o que aconteceu? Bem, faltou aproveitar as muitas chances criadas durante a partida e mais algumas coisas que coloquei abaixo:

1 – Gramado inaceitável: o Allianz Parque é, antes de tudo, um ESTÁDIO DE FUTEBOL. A troca de gramado feita na última semana, após o estádio receber uma série de shows não suportou a chuva do sábado. Apesar do sistema de drenagem, a água ficou empoçada no novo gramado e prejudicou demais a realização da partida.

Não perdemos por conta disso apenas, mas não dá pra jogar num estádio tão novo e com um gramado quase sempre tão ruim.

2- Falta de um bom centroavante: muita gente está revoltada com a insistência do Cuca com o Deyverson. Também não o acho o atacante dos sonhos, mas o Borja nunca fez uma boa partida sequer desde que chegou por aqui. Sinceramente, nenhum dos dois atacantes é uma boa opção.

 

Nosso melhor atacante hoje é o Willian Bigode. Tanto é assim que ele segue como o artilheiro do Verdão nesta temporada.

3- Dois dos nossos melhores atletas estão em baixa: Dudu e Moisés estão muito acima da média do futebol brasileiro, mas nenhum deles tem feito a diferença dentro de campo. Tente lembrar aí qual foi a última grande atuação do Moisés? Pois é. O Dudu ainda consegue ter bons momentos, mas não consegue repetir as mesmas atuações do ano passado.

4- Falta de repertório: apesar das várias alterações feitas na equipe, o time acaba recorrendo quase sempre ao bendito “chuverinho”, algo que raramente dá certo. Neste clássico, foram mais de 40 cruzamentos na área e o Vanderlei quase não foi exigido, ao contrário do Prass que fez ótimas defesas.

Enfim, o time jogou pra ganhar, poderia ter vencido a partida, mas ainda não é o time que todos esperavam ver em 2017. Apesar disso, não dá pra engatar num discurso derrotista e esquecer das partidas que ainda nos restam nesta temporada.

Ao mesmo tempo, fica difícil esperar que a diretoria faça um planejamento melhor para 2018 se o treinador cada hora fala uma coisa. Você precisa se decidir logo, Cuca…esse seu comportamento já nos colocou numa situação difícil uma vez. Duas vezes não dá!