O que (já) posso dizer sobre esse 2012…

Por Flavio Canuto

Sei que ainda é cedo demais para qualquer prognóstico, mas vou me arriscar a fazer algumas considerações sobre o que vi nos jogos contra o Ajax e o Bragantino:

Valdívia quer se redimir

Depois de uma temporada lamentável em 2011, El Mago quer dar a volta por cima, para reconquistar o seu lugar na seleção chilena e no coração do torcedor palmeirense.

Potencial ele tem de sobra, só falta foco e comprometimento. Tenho certeza que não faltará apoio por parte da torcida.

Ricardo Bueno e Tinga nãaaaaaaaaaaaaaaaaaaao!

Esses dois atletas já tiveram muitas chances com a camisa do Palmeiras, e só conseguiram uma coisa: irritar muito a torcida.

Com a chegada de Daniel Carvalho, que ainda não está 100%, e o argentino Barcos (que promete muito); eles devem ir direto para o banco de reservas…e olhe lá.

Molecada da base

O Palmeiras foi eliminado da Copinha, mas deu tempo pra ver que alguns garotos merecem uma chance entre os profissionais. Meus favoritos? Bruno Dybal e Diego Souza.

Sei que outros também podem subir, mas o mais importante é que a comissão técnica seja cobrada por isso. Chega de desperdiçar talentos no buraco negro do Palmeiras B.

Maikon Leite merece mais chances no time titular

A maioria dos grandes clubes brasileiros precisa de um atacante como Maikon Leite, e poucos poderiam colocá-lo no banco de reservas. O garoto tem faro de gol e merece mais oportunidades, pois está com muita vontade de brilhar com a camisa do Verdão.

“Eu coloquei na cabeça que esse ano precisa ser diferente. Quando cheguei no Palmeiras, tive um início muito bom, marquei gols, mas depois caí junto com o time e tive uma lesão muscular. Agora, quero voltar a ser aquele mesmo Maikon de quando começou aqui”, disse o Maikon, que marcou o gol da vitória sobre o Bragantino.

Abraço a todos!