O Gigante se pronuncia: “Mais um tabu plantado que terei de quebrar no domingo!”

Durante todo o tempo em que permaneci adormecido, deparei-me com várias cenas ainda não digeridas. Todas elas não passavam de pesadelos para mim — porém, pelo estrago dos últimos anos, vejo que a realidade foi tão ruim quanto aqueles pesadelos. Digo-lhes isso, meus caros torcedores, porque estão dizendo que me tornei um freguês do Clube Atlético Mineiro.

Oras, a situação chegou mesmo a tal ponto ou estão querendo denegrir minha imagem como Campeão do Século? Quero relembrar aos “esquecidos” o seguinte fato: nas duas décadas anteriores a essa (entre 1990 e 2010), disputamos 28 partidas das quais sagrei-me vencedor em 18 e impedi outras 4 derrotas — os mineiros só ganharam em 6 oportunidades. Contudo, devo mesmo me preocupar com o que estão dizendo por aí?

Assim como o Sport Club Internacional — que sentiu minha ira no último domingo —, o Atlético Mineiro, agremiação cujo nome é tão genérico que só enfatiza o quanto ela é regional, somente tirou proveito da minha crise. Enquanto os gaúchos consagraram o Pato, os mineiros conagraram Bernard (duas eternas promessas). É realmente preciso falar mais? Certo, então continuarei!

Talvez esse tabu que os jornalistas — e aspirantes a tal — estão tentando plantar seja o mais insignificante da história. Prova disso é que, sem essas vitórias em cima dos desastrosos elencos que me montaram entre 2011 e 2014, a história de nossos confrontos apresentaria 27 vitórias a meu favor contra 15 deles. Sendo assim, é necessário temer alguma coisa?

Entretanto, antes que um galo pense em enfrentar um gigante na esperança de reproduzir uma espécie de “Davi e Golias”, que este saiba que a próxima manhã de domingo será marcada por um final que todos os palmeirenses já conhecem — e que é muito diferente da passagem bíblica.

Mas não se zanguem com o que ventilam por aí, meus caros. Sempre levei a vida conforme um sábio chinês nos ensina: quando capaz, finja ser incapaz; quando próximo, finja estar longe; quando longe, façam acreditar que está próximo. Foi assim que consegui triunfar o equivalente a quase 2 títulos por ano de existência, e será assim que calarei a todos que menosprezam minha força!

Atenciosa e Furiosamente

Sociedade Esportiva Palmeiras