Novela Kleber: capítulo 171 e meio

Por Flavio Canuto

Em entrevista à Rede Globo, o Gladiador afirmou que o seu relacionamento com a diretoria é péssimo, e que ainda sente dores na coxa.

Sobre a proposta do Flamengo, ele se esquivou. “Fiquei sabendo, mas não tenho nada a ver com a proposta. Estou lesionado e por isso não fui para o jogo, e quem quiser que tire as suas conclusões”, disse ele.

Depois, falando com a Rádio Eldorado/ESPN, Kleber foi ainda mais enfático.

“Não tenho culpa se eu joguei bem e por ser valorizado por outro clube, que veio até aqui e fez uma proposta. O Frizzo pegou na minha mão e disse que ia resolver minha situação. E aí ficou três dias sem atender o Pepe, não atendeu o telefone, não falou comigo. Nunca pedi aumento para o Palmeiras. Ele me chamou na sala dele e falou que ia resolver a situação, ia procurar o financeiro e ver o que podia fazer. Tenho contrato com o clube e jogaria tendo aumento ou não. O cara não pode falar que vai resolver a situação e nem atender o telefone. O cara é medroso, não tem caráter”, afirmou o atacante.

Por outro lado, Roberto Frizzo garante que o jogador pediu para sair, mas que ainda espera contar com ele no Verdão e que vem tentando negociar um aumento de salário.

“Eu propus um número e propus ainda que nosso departamento de marketing estivesse empenhado para projetar estratégias com patrocinadores, usando a imagem dele, como temos com o nosso treinador.”, afirmou o cartola palmeirense.

Agora a coisa engrossou, virou guerra mesmo, e espero que a diretoria e dê um fim neste caso de uma vez. Realmente, para nós torcedores, fica difícil saber quem está menos errado nessa história.

De qualquer forma, é muito chato ver esse tipo de coisa acontecendo (de novo) no Palmeiras.

Abraço a todos!