Nobre faz as contas para ter Leandro em definitivo

O presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, revelou no último domingo, durante o programa Mesa Redonda, que o valor estipulado pelo atacante Leandro é de 13 milhões de reais (5 milhões de euros). Porém, o presidente admitiu que o Verdão não tem condições de pagar esse valor no momento, mas pretende resolver a situação até o fim do ano.

“O Leandro tem passe fixado, assim como os outros jogadores do Grêmio. É um valor alto. Hoje, fora dos padrões do Palmeiras. Até o final do ano, vamos encontrar uma solução. É jogador identificado com o clube. É um jogador que faz a diferença”, admitiu o dirigente durante o programa.

Vindo do pacotão do Barcos junto com Rondinelly, Vilson e Léo Gago (vale lembrar que eram cinco jogadores pelo Barcos, mas o quinto ninguém sabe, ninguém viu), Leandro viveu uma situação diferente neste fim de semana. O atacante jogou pela Seleção no sábado, fez gol lá na Bolívia, voltou, jogou a partida contra Ponte Preta, no domingo, e ainda fez gol com a camisa do Palmeiras. Até por isso, Nobre está sendo pressionado pela torcida palestrina.

Mas, ficam duas perguntas. Precisa comprar o Leandro agora sendo que faltam dez meses para o fim do contrato? Ele já demonstrou valer os 5 milhões de euros?