Nen de cabeça, Nen de cabeça, Nen de cabeça!

Terceiro Corinthians e Palmeiras do ano. Terceira vitória alviverde. 3 a 0 no Paulistão, 1 a 0 no primeiro turno do Brasileirão, e, para fechar a tampa do caixão do time de José Augusto, 1 a 0 hoje, com direito a gol de Nen de cabeça e tudo.

E ficou barato, levando-se em conta a superioridade dos comandados por Caio Júnior, durante os 90 minutos jogados no Morumbi. Embora sem fazer uma partida memorável, jogamos muito melhor, e merecemos ganhar. Valdívia jogou bem, mas Caio pode ser considerado o melhor em campo, fazendo uma grande partida com direito a ótimas assistências, chutes ao gol que Felipe salvou por puro reflexo e uma consciência tática das melhores.

Desde o início, o que se viu foi um Corinthians valente, mas extremamente limitado no setor de criação, e um Palmeiras bem articulado, bem armado e muito disposto em campo, embora cometendo algumas falhas no passe final no ataque e nos chutes a gol. Mesmo assim, Nen quase fez um gol aos 5 minutos, em verdadeiro milagre de Felipe, e Caio, aos 43, levando o goleiro alvinegro a sair como o melhor em campo na primeira metade do jogo.

Na segunda etapa, Caio Júnior resolveu dar uma de estrategista de verdade, e tirou o aplicado Leandro para colocar Valmir, que pôs fogo na partida, com grande atuação e infernizando a defesa do Parque São Jorge. Lógico que o gol acabaria saindo, e aos 14 minutos, Caio cobrou falta de forma magistral, colocando a bola na cabeça de Nen, que fez um golaço, comemorado com muita vibração.

 A partir dali, Fimozzi e sua turma tentaram pressionar, mas não chutavam a gol, e apenas Heverton mostrou habilidade. O Verdão até poderia ter ampliado o placar em alguns contra-ataques, mas preferiu segurar o jogo. E, felizmente, deu certo. Outros destaques: David, que voltou muito bem, o próprio Nen, Diego, Wendell… Vampeta saiu quietinho de campo, substituído. Quem mandou falar demais?