Mesmo com outra derrota, Gareca continua no Palmeiras

Nem preciso dizer que o Palmeiras está em crise. Qualquer clube que perde 11 de 18 jogos num campeonato é porque está numa situação ruim.

Apesar do apoio da torcida, o time não consegue criar, chutar a gol. Vencer.

Ontem, os 33 mil palmeirenses apoiaram até o último minuto e as justas vaias só vieram após o apito final do árbitro. Uma tristeza.

Nos bastidores do Pacaembu, o CEO Brunoro disse que está “distante do futebol”. Já o presidente Paulo Nobre não se pronunciou, só pra variar.

Na coletiva de imprensa, Ricardo Gareca mais uma vez disse que segue no Palmeiras até o fim.

“Dirigir um time no Brasil e ainda o Palmeiras é o melhor que já passou em minha carreira. Quero seguir, não quero deixar o Palmeiras nessa situação. O Palmeiras já teve dois rebaixamentos em sua história, eu nunca tive nenhum, nem como jogador e nem como técnico. Não quero isso, e peço que tenhamos força e capacidade para revertermos este momento”, declarou o argentino.

Mas até quando vamos ver o time desse jeito? Quando vão fazer alguma coisa? Algo precisa acontecer, não dá pra continuar fingindo que está tudo bem, senhores.

Seja afastando alguns atletas, trocando o treinador, contratando reforços na Série B ou sei lá o quê, alguma providência precisa ser tomada. E logo.

Abraço a todos!