Nada mais incontestável do que esse DECA!

Acredito que nem mesmo a Vovó da fiel teria a audácia de contestar essa conquista palmeirense. Desde o início do primeiro turno, o time nunca foi ruim. Antes da chegada do Felipão, no entanto,a coisa não funcionava tão bem em campo, mas sempre o Palmeiras sempre brigou da parte de cima da tabela.

Antes mesmo de assumir a equipe, depois da parada da Copa do Mundo, o Felipão mandou o seu assistente (o grande Turra, que também jogou no Palmeiras) para comandar a equipe e tudo mudou…pra melhor.

Arrumaram a defesa, organizaram melhor o meio-campo e recuperaram vários jogadores que estavam em baixa com o Roger Machado. Talvez essas recuperações foram as principais vitórias da comissão técnica. Ninguém apostava nisso.

Sem o Felipão, não acredito que o Dudu fosse terminar a temporada como o melhor jogador do País. O jogador estava sendo muito criticado depois de se mostrar balançado com uma proposta da China e ele tinha todos os motivos para isso. Agora, não há um torcedor que tenha coragem de detonar o pequeno gigante.

Também acredito que sem o Felipão, o Deyverson seria negociado com algum time. Alguém duvida disso? O jogador demorou muito para se recuperar de uma lesão, mas demorou muito para dar certo por aqui, além das encrencas, etc…

O rodízio implantado pelo treinador foi fundamental para o sucesso da equipe. Todos tiveram chance de jogar, não houve espaço para biquinho e poucos se desgastaram nesse calendário maluco. Conquistamos o Brasileirão com/como:

  • Melhor mandante
  • Melhor visitante
  • Maior série invicta
  • Melhor turno
  • Maior número de vitórias
  • Melhor ataque
  • Melhor defesa
  • Melhor saldo de gols
  • Melhor jogador
  • Melhor técnico

O aproveitamento do time era tão bom que muita gente achava que seria possível ganhar a Copa do Brasil, a Libertadores e o Brasileirão. O calendário não permite isso, mas 2019 está aí…o porquinho está chegando novamente.

Como é mesmo depois de DECA?

Abraço a todos!